Seixal – Uma Baía no coração do Tejo

Seixal – Uma Baía no coração do Tejo

Pelas suas características únicas, o Seixal é hoje um concelho que atrai cada vez mais visitantes, que procuram conhecer o seu património, a sua gastronomia e navegar na sua Baía, um recurso natural extremamente valioso, com quase 500 hectares, e um dos maiores polos de atração do concelho, seja para atividades de lazer ou para a prática da náutica de recreio.

O Seixal tem atualmente um varino, de nome Amoroso, que é a maior embarcação tradicional a navegar no Tejo e um bote de fragata, o Baía do Seixal. Estas duas embarcações, outrora utilizadas no transporte de mercadorias entre as margens do estuário do Tejo, são hoje em dia utilizadas em passeios no Tejo – na Rota Barcos do Tejo e noutros eventos, permitindo aos visitantes uma vista única sobre o Seixal, mas também sobre Lisboa.

O concelho é também muito procurado pelos visitantes pelo seu património histórico-cultural com características únicas no país. Os vários núcleos do Ecomuseu Municipal do Seixal dão a conhecer aos visitantes o património do concelho, bem como a sua história. A fábrica corticeira Mundet, o Núcleo Naval, o Moinho de Maré de Corroios, o Espaço Memória – Tipografia Popular do Seixal ou a Olaria Romana da Quinta do Rouxinol, o único monumento nacional no concelho, são alguns exemplos do património que se pode visitar. Destaque ainda para a Quinta da Fidalga, cuja fundação remonta ao século XV, e para a Oficina de Artes Manuel Cargaleiro, equipamento cultural de excelência, com projeto do arq.º Siza Vieira.

Ao longo de todo o ano, o concelho proporciona também programas regulares de atividades culturais e desportivas para todos. Pelos equipamentos culturais passam várias referências da cultura portuguesa e internacional, privilegiando assim os munícipes que não precisam sair do concelho para ter acesso a excelentes espetáculos. Destaque para o SeixalJazz, que este ano marca vinte edições, um selo que acompanha os espetáculos realizados ao longo do ano para celebrar este marco do festival, já uma referência no país e no estrangeiro, por onde passaram algumas das grandes lendas do jazz, bem como as novas tendências do meio.

A gastronomia muito variada e de grande qualidade é outro dos motivos para visitar o concelho. Quem por cá passa pode provar pratos que vão desde a cozinha do mundo aos pratos mais tradicionais. Os pratos de peixe são algumas das iguarias mais procuradas.

Mais informação em cm-seixal.pt

Este artigo foi publicado na edição 323 da Ambitur.