Selina investe 13 milhões no Palácio Mendia em Lisboa e tem mais projetos para Portugal

Selina investe 13 milhões no Palácio Mendia em Lisboa e tem mais projetos para Portugal

Categoria Alojamento, Business

A cadeia internacional de hotelaria Selina, focada no segmento de nómadas digitais, acaba de investir 13 milhões de euros no Palácio Mendia em Lisboa. O imóvel situado na zona de São Bento será renovado para se transformar num hotel Selina, estando prevista a sua abertura para 2020, com a oferta não só de quartos, mas também de espaço de coworking, restauração e eventos culturais e musicais que irão acontecer na propriedade. O investimento neste edifício simboliza o maior investimento da marca e da sua equipa de investidores para 2019, em Portugal.

O investimento global da Selina em Portugal, até à data, encontra-se nos 75 milhões de euros. O objetivo do grupo é atingir os 250 milhões de euros até 2020. Nos próximos quatro anos, Selina planeia abrir mais de 20 hotéis em Portugal com cerca de 7500 camas. A cadeia internacional está também disponível para parcerias com investidores nacionais na área do imobiliário, com know-how no mercado, que queiram fazer parte desta grande expansão da marca em Portugal. Até ao momento, Selina adquiriu seis propriedades em Portugal: Selina Porto, Selina Secret Garden Lisbon, Selina Ericeira, Selina Vila Nova e Selina Palácio (Palácio Mendia, Lisboa). Estão também prestes a ser adquiridas mais duas propriedades no Gerês e em Peniche.

Com 43 propriedades à volta do mundo, cada espaço Selina oferece seis tipos de produtos & serviços: Acomodação com oferta desde quartos privados, suites e dormitórios; Serviço de restauração com menu dedicado não só a turistas, mas também a locais; Explore com um serviço de concierge e operador turístico que coloca os hóspedes em contacto com as melhores experiências em cada localidade; Music & Events, com programação diária de concertos, exposições de arte, workshops e live music; Wellness com um programa de aulas de ioga, tai chi, pilates e aulas de surf; Espaços de coworking para viajantes e também locais.

Fundada em 2015, Selina opera atualmente em mais de 40 cidades em 13 países da América Central e do Sul (Panamá, Costa Rica, México, Colômbia, Equador, Guatemala, Nicarágua e Peru) e da Europa (Portugal). Com expansão em curso nos Estados Unidos e Europa, Selina planeia entrar numa série de grandes cidades dos EUA, Polónia, Grécia, Israel, Alemanha, Espanha e Reino Unido até 2020. Até 2022, Selina espera ter mais de 54.000 camas a nível global.