Serra da Estrela está entre os destinos mais procurados pelos portugueses nas próximas férias

Serra da Estrela está entre os destinos mais procurados pelos portugueses nas próximas férias

O estudo do IPDT – Instituto de Turismo, realizado através da internet, em parceria com a Soltrópico, sobre a intenção de férias da população portuguesa para o Natal e fim de ano de 2015 revela que 37 por cento dos inquiridos planeiam uma pausa fora de casa durante este período. Destes, a maioria (71 por cento) ficará em território nacional – as regiões do Centro e do Porto e Norte surgem como destinos preferenciais, recolhendo 55 por cento das preferências, seguindo-se a Madeira (13 por cento) e o Algarve com 12 por cento das respostas. A preponderância da região Centro, evidencia a importância que a Serra da Estrela tem neste período, na captação de visitantes nacionais.

Os turistas que vão viajar neste período ficam hospedados em alojamento particular (44 por cento) e em hotéis (40 por cento). A estada média vai rondar as 4 noites, estimando-se que cada turista nacional gaste, em média, 215 euros nas férias do próximo Natal/Fim de ano, a que corresponde um gasto por noite e turista de 57 euros.

O estudo revela ainda que 90 por cento dos inquiridos pretende viajar em 2016, sendo esta incidência bastante superior à da população em geral (estudos do IPDT efetuados em anos anteriores apontam para frequências na ordem dos 25 por cento), denotando que o segmento analisado via internet tem maior propensão para o consumo de produtos turísticos.

A maioria dos inquiridos afirmou que, em 2016, pretende fazer short-breaks (83 por cento), duas ou três vezes ao longo do ano. Entre os destinos escolhidos, os nacionais são os mais citados, destacando-se o Porto e Norte de Portugal, o Algarve e os Açores. No caso das viagens ao estrangeiro existe uma maior procura pelos destinos europeus de proximidade, nomeadamente Espanha, Reino Unido, Itália e França. A maioria prevê gastar no mesmo que em 2015 neste tipo de viagem.

No que se refere aos períodos de férias mais longos, 3 em 4 portugueses vai gozar, pelo menos, um período de férias fora de casa em 2016. As escolhas devem recair sobretudo em destinos nacionais, estando o Algarve (40 por cento) no topo da lista. Antes dos restantes destinos nacionais, segue-se Espanha com 16,5 por cento de intenções de visita em 2016. No mercado internacional destacam-se Itália, França e Reino Unido. Fora da Europa, as preferências recaem sobre Cabo Verde, Brasil, EUA e outros na América, sendo referidos destinos como México, Cuba, República Dominicana e Caraíbas. As intenções de consumo são semelhantes às observadas para os short-breaks, com 58 por cento dos turistas a afirmar que, nas férias mais longas de 2016, deverá gastar o mesmo que em 2015.

A recolha de dados do estudo de intenções de férias para o Natal e fim de ano de 2015 e ano de 2016 decorreu pela internet, entre 15 e 30 de Novembro de 2015, com aplicação de um questionário promovido com uma campanha online.