SET no Alentejo para assinar contratos de financiamento no âmbito do Valorizar

SET no Alentejo para assinar contratos de financiamento no âmbito do Valorizar

Categoria Advisor, Política

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, desloca-se, segunda-feira, 21 de maio, ao Alentejo para proceder à assinatura de contratos de financiamento aprovados no âmbito do Programa Valorizar – Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, segundo uma nota do Turismo do Alentejo.

Os projetos de investimento aprovados – num total de 15 – abrangem as temáticas do enoturismo, turismo de natureza e cycling, implicando um investimento global superior a 2,3 milhões de euros, para uma comparticipação financeira pública de 1,7 milhões. Para além da importância para as entidades beneficiárias, estas iniciativas são reveladoras do empenho e dinâmica dos agentes do território no sentido de afirmar, cada vez mais, o Alentejo e o Ribatejo como destinos turísticos de excelência, refere a mesma nota.

Em detalhe e no âmbito do enoturismo foram aprovados um projeto da Ervideira – que contempla a ampliação da adega com a construção de um “Pavilhão de Enoturismo” destinado a provas e comercialização de vinhos -, e outro da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana – que visa a criação de um Centro de Dinamização e Promoção dos Vinhos do Alentejo, em Évora.

No que respeita ao turismo de natureza, foram aprovados dois projetos, um fruto de parceria entre o município de Beja e a EDIA e outro apenas da EDIA. O primeiro consiste na criação de um parque fluvial, baseado na albufeira de Cinco Reis e resultante do empreendimento de fins múltiplos de Alqueva. O projeto, que contempla a construção de abrigos para observação da avifauna, entre outras valências, potencia ainda o desenvolvimento de programas de visitação assentes na interpretação do património arqueológico e etnográfico e na valorização das potencialidades agroalimentares. O segundo projeto referido baseia-se na estruturação dos recursos e equipamentos da EDIA de forma integrada, assente nas nas dinâmicas turísticas associadas à água, natureza e cultura.

Já na área do cycling, o projeto a ser apoiado abrange oito concelhos do Alentejo (Marvão, Castelo de Vide, Portalegre, Arronches, Borba, Redondo, Almodôvar e Ourique) e dois do Ribatejo (Coruche e Chamusca) e tem como objectivo a criação e dinamização de uma Rede Integrada de Centros BTT e Cycling. Promovido pela Entidade Regional de Turismo, visa estruturar o produto no território, imprimindo condições para aumentar a oferta de percursos/rotas devidamente homologadas e sinalizadas e, consequentemente, ofereceraos utilizadores a oportunidade de conhecer os vastos recursos naturais, culturais e etnográficos.