Sophos alerta para riscos de ciberataques nos aeroportos

by Cristiana Macedo | 20 Dezembro 2019 12:15

Com a aproximação de datas especiais em que muitos passageiros viajam de avião, seja para visitar as suas famílias ou para aproveitar as férias de Natal fora do país, a segurança presente nos aeroportos “não deve limitar-se à inspeção dos passageiros ou ao controlo de acesso, já que estas enormes infraestruturas não são uma exceção no que toca a ciberataques”, pelo que é fundamental: “Proteger as suas instalações e operações”, pode ler-se no comunicado enviado pela Sophos.

De acordo com a empresa especialista em segurança para proteção de redes e endpoints, o risco de sofrer um ciberataque aumentou exponencialmente nos últimos anos e é importante estar alerta e adotar soluções inovadoras em termos de cibersegurança. “O nível de perigo de ciberataques é, pelo menos, quatro vezes maior do que era há três anos. A cibersegurança é como o jogo do gato e do rato entre os cibercriminosos e quem se dedica a tentar detê-los. É muito difícil manter-se à frente deste jogo, mas ambas as partes trabalham arduamente para desenvolver novas abordagens”, alerta Brian Schippers, sales engineer da Sophos. Segundo o responsável, estes riscos verificam-se também nos aeroportos graças ao “aumento dos dispositivos IoT, como a utilização de smartphones para acreditações e para a geolocalização personalizada dos passageiros, os sistemas de informação conectados do próprio aeroporto, bem como a digitalização dos serviços oferecidos pelas companhias aéreas”.

A Sophos, destaca alguns dos pontos aos quais os passageiro devem prestar especial atenção nos aeroportos, de forma a evitar ciberataques:

“A segurança dos dados e da comunicação é crucial em espaços tão críticos como os dos aeroportos. É necessário, portanto, contar com soluções globais e interconectadas de proteção que sejam capazes de proteger contra malware, exploits ou ataques de ransomware de forma preditiva. Na Sophos, contamos com tecnologias de última geração, como o Intercept X com EDR, que analisam de forma preditiva qualquer movimento para manter a rede e os endpoints em segurança. É feito um planeamento como o das câmaras de segurança físicas, que estão a gravar em permanência, ainda que não seja necessário, até que suceda algo; e nesse momento não queremos apenas travar o ataque, como poder identificar como tentaram entrar”, sublinha Iván Mateos, engenheiro especializado da Sophos para Ibéria.

Source URL: https://www.ambitur.pt/sophos-alerta-para-os-riscos-de-ciberataques-nos-aeroportos-que-estao-no-centro-das-atencoes-dos-cibercriminosos/