Sugestão Ambitur: Casa da Lagoa

Sugestão Ambitur: Casa da Lagoa

Uma centenária casa de lavoura gandaresa que era já propriedade da família de João Luís Pinho mas que se encontrava abandonada foi alvo de um investimento com o objetivo de criar um turismo rural de excelência numa pacata aldeia do concelho de Mira. Situada em plena Rede Natura, a escassos metros da lagoa que lhe dá o nome, entre campos de cultivo, a mata e as dunas, a Casa da Lagoa abriu portas mantendo a traça original mas recriando o espaço para que os hóspedes usufruam da melhor estadia possível. E, em 2018, foi galardoada com o Green Key.

A Casa conta com três suites e um apartamento, dispondo ainda de serviço de restaurante exclusivamente para os hóspedes, uma loja de produtos locais e serviço de bar. Na propriedade existe ainda um jardim e pomar com árvores de frutos, a partir das quais a Casa da Lagoa produz os seus próprios doces e compotas, e uma quinta de onde extrai os vegetais mais frescos para consumo próprio. “Procuramos dar o que de melhor esta terra nos proporciona, em total respeito pelo meio ambiente e natureza circundante”, frisam João Luís Pinho e Sofia Sousa, mentores do projeto.

Este ano, a aposta é reforçar a animação tanto para hóspedes como para público externo, e celebrar parcerias com entidades culturais locais de forma a garantir aos clientes uma maior diversidade de escolha.

Reservas: www.casadalagoa.pt/ 914178013/ info@casadalagoa.pt

Este artigo foi publicado na edição 318 da Ambitur