“Sustentar o crescimento turístico da cidade de Lisboa implica inovação””

Categoria Home

“Lisboa como destino turístico é muito mais que a cidade de Lisboa. É esta magnífica costa do sol, é certamente a frente de praias do distrito de Setúbal e a Costa Alentejana, é certamente os parques naturais que temos o privilégio de ter, do Estuário do Tejo, da Serra da Arrábida, de Sintra/ Cascais, é a presença do turismo religioso em Fátima, tudo isto é o destino turístico da cidade de Lisboa. E a valorização deste destino turístico como conjunto tem quer ser um exercício de cooperação e partilha entre nós, e é isso que permite termos hoje aqui este Heliporto e esta oferta turística acrescida”, começou por afirmar, esta manhã, António Costa, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, na apresentação da Lisbon Helicopters, empresa do grupo Helibravo, que lançará no próximo dia 1 de Junho, o serviço pioneiro de passeios turísticos de helicóptero pela cidade de Lisboa. “Lisboa tem vindo a crescer muito como destino turístico, mas sustentar este crescimento implica inovação e inovação não é só termos mais oferta com mais hotéis, é termos também uma oferta mais diversificada”, afirmou o autarca, acrescentando que “o que temos hoje aqui é um novo produto turístico a ser oferecido aos turistas que dá oportunidade de ver uma vista extraordinária”. Na mesma ocasião, o presidente da Câmara de Lisboa, não deixou passar em branco o facto dos três sócios, Francisco Sá Nogueira, Ruben Bensimon e João Maria Bravo, terem tido de esperar quatro anos e meio até conseguir o licenciamento do Heliporto. “A Administração tem de mudar a sua atitude e se há algo que é necessário fazermos em matéria de reforma da administração é a desregulamentação, a simplificação e o combate à democracia. Não é admissível tantos anos para o licenciamento de um projecto desta natureza”, afirmou.Por Raquel Pedrosa Loureiro