t-Forum: “Para abraçar o turismo precisamos de dois braços que são a prática e a teoria”

t-Forum: “Para abraçar o turismo precisamos de dois braços que são a prática e a teoria”

Categoria Advisor, Formação

A Universidade do Algarve (UAlg) organiza este ano, de 4 a 7 de novembro, através do seu Centro de Investigação em Turismo, Sustentabilidade e Bem-Estar (CinTurs), a 3.ª edição da conferência mundial da t-Forum – Tourism Intelligence Forum – associação dedicada à transferência do conhecimento e da inovação no setor. 

O co-fundador da t-Forum, Jafar Jafari, decide contar a “breve história do turismo”, que se inicia no final da II Guerra Mundial,  com o surgimento de pequenos negócios que cedo se tornaram “uma das maiores, se não a maior indústria do mundo”. Atualmente, registam-se 1,5 mil milhões de chegadas internacionais contudo “o turismo internacional representa menos de 10% do total do turismo”, ou seja, 90% do turismo é doméstico, realça.

Entretanto, “algumas universidades na Europa abriram as suas portas ao turismo” e o crescimento da indústria “encorajou outras universidades do mundo” a fazerem o mesmo. Hoje em dia, “todos os países têm uma ou mais universidades que oferecem formação em turismo e hospitalidade”, sendo que apenas nos Estados Unidos são cerca de 300 universidades a fazê-lo, avança o responsável.

Jafar Jafari conclui assim que o turismo se tornou uma “questão global” cujo problema é que, enquanto o setor e a formação cresciam, “não se mantiveram juntos”, surgindo um gap entre ambos. Tornou-se então necessário “criar pontes” e daí a criação da t-Forum, em 2013. A 1.ª edição da sua conferência global realizou-se em Nápoles (Itália), em 2015, e a segunda teve lugar em Palma de Maiorca (Espanha), em 2018. Este ano, seria para decorrer no Algarve em março. Face à pandemia, a conferência tornou-se digital e “o programa foi transformado”, algo “extremamente difícil de fazer” como admite o cofundador, pois recebe “speakers de todo o mundo” em diferentes fusos horários.

“O turismo veio para ficar” 

O responsável da t-Forum está “absolutamente certo” que “assim que o coronavírus terminar o turismo regressa” pois o setor “veio para ficar”. Prova disso é que se tornou um “fenómeno universal” e uma “necessidade”, fazendo parte de todas as culturas e sociedades, sem exceção. Mas “para abraçar o turismo precisamos de dois braços”, a prática e a teoria, como defende Jafar Jafari, pelo que é fundamental, para enfrentar esta crise, construir pontes para o futuro e uma “colaboração próxima” entre ambas.

Rita Inácio