TAP prevê crescer no mercado espanhol em 2016

TAP prevê crescer no mercado espanhol em 2016

Depois de um 2015 positivo, no qual a companhia prevê manter o volume de vendas alcançado em 2014, ainda que com mais passageiros, mas com um inferior preço médio (menos 4%),  a TAP prevê crescer no mercado espanhol no próximo ano. Afirmando que, neste ano, as rotas que ligam Portugal e Espanha tiveram uma ocupação média de cerca de 80%, Carlos Weidauer, responsável da companhia portuguesa em Espanha, que falou ao Ambitur.pt à margem da IBTM, que decorre em Barcelona, adianta que os indicadores apontam para que 2016 supere 2015. “A economia em Espanha parece estar a melhorar, por isso esperamos ter (em 2016) até algum crescimento, entre 5 e 8%, dependendo do aparecimento ou não de novas rotas”.

Depois de Espanha e Portugal, o mercado que mais se destaca nas rotas que ligam os dois países vizinhos é, segundo o responsável, o mercado brasileiro. “O Atlântico Norte também tem algum peso e África”, acrescentou o responsável.

 

Sobre o futuro da TAP, agora já privatizada, o responsável afirmou que, tendo já os “novos proprietários  encomendado 53 aviões com o intuito de criar novas rotas, sobretudo no Atlântico (norte e sul)”, é possível que surjam novidades em breve.

 

Raquel Pedrosa Loureiro, na IBTM, em Barcelona, com o apoio da TAP.