TAP teve o melhor mês de novembro de sempre com 1,25 milhões de passageiros transportados

by Cristiana Macedo | 6 Dezembro 2019 12:19

Novembro foi o “melhor mês” para a TAP que registou “1,25 milhões de passageiros transportados, mais 129 mil do que no mesmo mês do ano passado”, o que corresponde a um “aumento de 11,5%”, anuncia a companhia em comunicado.  No acumulado do ano, de janeiro até ao final de novembro, a TAP já transportou um total de “15,8 milhões de passageiros, mais 1,1 milhões que em igual período de 2018, um crescimento de 7,7%”.

A transportadora de bandeira nacional destaca que até final de novembro, conseguiu transportar o “mesmo número de passageiros que em todo o ano de 2018”, faltando ainda contabilizar o mês de dezembro, que é tradicionalmente, a par com agosto, um dos meses com “procura mais elevada ao longo do ano”.

Em novembro, o RPK (passageiros x quilómetros voados) da TAP cresceu 15,7%, enquanto o ASK  (lugares x quilómetros voados) teve um incremento de 12,5%, o que possibilitou uma melhoria da taxa de ocupação dos voos (load factor) de 2,1 pontos percentuais, para 76,4% face ao mês homólogo de 2018. No acumulado do ano, o load factor encontra-se agora nos 80,5.

A TAP cresceu em novembro em todos os segmento de rede em que opera (Portugal continental, Ilhas, Europa, América do Norte, Venezuela, Brasil e África). Os destaques vão para o crescimento de 53% nas rotas da América do Norte, para a continuação da recuperação no Brasil, com mais 2% de passageiros e para o crescimento absoluto de mais 63 mil passageiros nas rotas europeias excluindo Portugal, que equivalem a um crescimento de 9% relativamente a novembro de 2018.

Para este crescimento sustentado do número de passageiros transportados continua também a contribuir, entre outros fatores, o programa Portugal Stopover da TAP, através do qual milhares de turistas continuam a descobrir Portugal antes de prosseguirem viagem para os seus destinos finais.

Source URL: https://www.ambitur.pt/tap-teve-o-melhor-mes-de-novembro-de-sempre-com-125-milhoes-de-passageiros-transportados/