“Temos que estar satisfeitos com o que este orçamento veio consagrar para o turismo”

“Temos que estar satisfeitos com o que este orçamento veio consagrar para o turismo”

Foi desta forma que Ana Mendes Godinho caracterizou o Orçamento de Estado de 2018 em relação ao turismo. Em entrevista ao Ambitur.pt, durante mais uma edição da World Travel Market, que termina esta quarta-feira em Londres, a responsável fez um balanço positivo das medidas aprovadas no OE2018, nomeadamente face ao aumento do orçamento do Turismo de Portugal. “É algo fantástico porque nos dá uma capacidade de investir mais, quer em termos de investimento público, quer em termos do investimento privado”, frisou.

Por outro lado, a responsável destaca medidas importantes no âmbito do programa Capitalizar, com o aumento das linhas de financiamento e face à “grande procura” das mesmas. Em segundo lugar, Ana Mendes Godinho, realça a duplicação do orçamento do programa Valorizar, que passa de 30 para 60 milhões de euros. Por fim, a governante sublinha a importância da existência de medidas relativas aos incentivos fiscais, em termos de conversão de créditos em capital nas empresas.

Turismo e Cinema
Outra das medidas em destaque no OE 2018 refere-se à criação de um fundo público com capital de 10 milhões, chamado ‘Turismo e Cinema’. Com esta medida, o Governo pretende apostar na realização de grandes eventos e dinamização de produtos turísticos e na captação de filmagens internacionais em Portugal.

“A partir de dia 1 de janeiro de 2018, vamos passar a ter o regime mais competitivo da Europa para filmagens estrangeiras em Portugal”, realçou Ana Mendes Godinho, considerando que este “deve ser o orçamento de estado mais amigo do turismo que alguma vez houve”.

Ricardo Ramos Gonçalves, em Londres