Três em cada quatro pessoas já reservam hotéis online

Três em cada quatro pessoas já reservam hotéis online

A empresa produtora de vídeos online para hotéis – Agenda.video – realizou um inquérito no qual perguntou a 2.300 viajantes qual o seu comportamento e preferências na hora de reserva o seu alojamento.

Entre as principais conclusões está o facto de 75% das pessoas já reservarem hotéis online. 15% reserva hotéis diretamente por telefone ou email, e 10% através de uma agência de viagens. Dos que reservam online, 40% utiliza o Booking.com. Apenas 21% dos que reservam online o fazem diretamente na página de Internet do hotel.

Segundo a empresa, antes de reservar, os clientes procuram informações sobre os hotéis. Como? Os três métodos mais populares, cada um utilizado por aproximadamente metade das pessoas inquiridas, são a pesquisa no Google, Booking.com e a página do hotel.

Os comentários do TripAdvisor são utilizados por 34% dos utilizadores. 19% confia nas recomendações de amigos, 10% lêem livros e artigos de viagens e somente 4% recorre a um agente de viagens para pedir conselhos.

O que é importante para os turistas quando reservam um hotel? 70% das pessoas afirma que a localização é muito importante. Outros fatores muito importantes, ambos mencionados por 54% dos inquiridos, são o preço e as instalações do hotel.

26% dos turistas inquiridos ficaram alojados num estabelecimento alugado através do Airbnb no ano passado. As principais razões pelas quais escolhem este tipo de alojamento em vez de um hotel são a localização (fator muito importante para 70% das pessoas), o conforto, o preço e uma experiência mais pessoal.

Apenas 11% dos inquiridos afirma que os preços dos hotéis são melhores do que os do Airbnb. Quanto a outros fatores, como a localização, conforto e expectativas, 40% a 50% dos turistas não vêem grandes diferenças entre hotéis e Airbnb.

Quando questionados os turistas que não optam pelo Airbnb mas sim por hotéis, a resposta mais popular – 70% – deve-se a serviços como a limpeza diária e o room service, que não estão disponíveis no Airbnb. O pequeno-almoço foi a segunda resposta mais popular com 60%, seguindo-se as instalações como o ginásio ou o restaurante, com 56%.