Turismo Centro de Portugal faz balanço muito positivo do ano de 2019

Turismo Centro de Portugal faz balanço muito positivo do ano de 2019

Categoria Advisor, Associativismo

O ano de 2019 foi extremamente positivo para a atividade turística no Centro de Portugal e para a promoção da região enquanto destino. Os indicadores favoráveis são patentes tanto a nível dos resultados estatísticos da procura turística como nos prémios e distinções conquistados pela região ao longo do ano.

Relativamente à procura turística, e embora os números finais do ano ainda não sejam conhecidos, os dados já existentes demonstram que 2019 terá sido o melhor ano de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal. De acordo com o INE – Instituto Nacional de Estatística, entre janeiro e outubro foram contabilizados 3,58 milhões de hóspedes na região, mais 5,17% do que no mesmo período de 2018, altura em que se registaram 3,41 milhões. De notar que em 2017, ano da visita do Papa Francisco a Fátima, nos mesmos 10 primeiros meses houve 3,36 milhões de hóspedes. Recuando no tempo, verifica-se, a título de exemplo, que entre janeiro e outubro de 2013 os hóspedes no Centro de Portugal não chegaram aos 2 milhões (1,96 milhões) – um crescimento de 82,46% em seis anos.

O mesmo nível de crescimento é visível no número de dormidas (uma subida de 4,15% entre 2018 e 2019, e de 74,36% em relação a 2013) e nas receitas: entre janeiro-outubro de 2018 e janeiro-outubro de 2019, há a registar um crescimento de 6,17% nos proveitos totais da atividade turística no Centro de Portugal, que ultrapassaram os 310 milhões de euros. Em 2013, note-se, os proveitos cifravam-se nos 150 milhões de euros – em seis anos são mais do dobro.

“O crescimento registado pela procura do Centro de Portugal enquanto destino é verdadeiramente notável. Ano após ano, temos assistido a uma taxa de crescimento superior à média nacional e os dados de que já dispomos apontam para a certeza de que 2019 será mais um ano de recordes. Felicito os empresários da região e as entidades públicas e privadas do setor do turismo, que têm conseguido elevar o Centro de Portugal a uma posição que poucos julgariam possível há poucos anos”, destaca Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Prémios prestigiam região

Mas não apenas os indicadores estatísticos a dar conta da crescente notoriedade do Centro de Portugal. Os prémios alcançados pela região a nível do turismo são igualmente sintomáticos de uma visibilidade cada vez maior.

O filme promocional apresentado em março de 2019 pelo Turismo Centro de Portugal, no qual o espetador assume o papel de uma personagem de um vídeo-jogo passado na região, conquistou audiências e prémios nos festivais internacionais onde foi exibido, além de ser um êxito de visualizações online (422 mil ao dia de hoje). O filme, intitulado “Turismo Centro de Portugal: Are You Ready?” e  produzido pela Slideshow, venceu nove prémios e distinções em oito festivais mundiais, tendo sido o oitavo filme mais premiado em festivais internacionais de cinema de turismo durante o ano de 2019, entre os mais de 3000 filmes de turismo produzidos.

O Turismo Centro de Portugal conquistou ainda o galardão de “Melhor Região de Turismo Nacional”, atribuído nos Prémios Publituris Portugal Travel Awards, que distinguem o melhor que se faz no turismo durante o ano, e o galardão “Turismo”, nos Litoral Awards, um evento que premeia o mérito e a excelência de marcas e personalidades da região litoral do Baixo-Vouga. O seu presidente, Pedro Machado, foi ainda honrado com o prémio Excelência – Personalidade do Ano 2018, na gala dos Prémios AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

Iniciativas projetam Centro de Portugal

Ao longo de 2019, foram várias as iniciativas da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal – ou apoiadas por esta – que levaram mais longe o nome e a marca Centro de Portugal.

Exemplos paradigmáticos foram o regresso do Rali de Portugal às estradas da região, o lançamento dos roteiros “Road Trips Centro de Portugal”, a 12.ª edição do festival de cinema de turismo ART&TUR, em Torres Vedras, o 6.º Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, em Castelo Branco, ou a exposição itinerante “Turismo Centro de Portugal – Um Roteiro pelo Crescimento e Consolidação de uma Marca”, que percorreu o país.

As obras de requalificação dos Welcome Centers de Leiria e Aveiro, ambas executadas em 2019, constituíram um sinal muito claro de que o conforto dos visitantes esteve na primeira linha das preocupações do Turismo Centro de Portugal.

Finalmente, a apresentação do Plano Regional de Desenvolvimento Turístico 2020-2030 e do novo Plano de Marketing da entidade regional de turismo marcou o final do ano, ao apontar as principais linhas orientadoras para os próximos dez anos.

“Fechámos o ano de 2019 com o sentimento de dever cumprido. Ao longo dos 12 meses, testemunhámos uma evolução clara da região, quer ao nível dos resultados quer dos eventos e iniciativas e até das expetativas em relação ao futuro. Estamos certos de que, com o Plano Regional de Desenvolvimento Turístico e o novo Plano de Marketing, a região construiu os alicerces sobre os quais se vai sustentar o seu crescimento futuro”, sublinha Pedro Machado.