Turismo da Alemanha quer mais portugueses no destino

Turismo da Alemanha quer mais portugueses no destino

Categoria Advisor, Política

Depois de uma pequena estagnação em 2012/2013, o Turismo da Alemanha pretende voltar a ter mais turistas portugueses no país. O ano passado já se verificou um aumento de 13,4% nas estadias e, este ano, de janeiro a agosto, o crescimento foi de 15,2%. Os dados foram divulgados por Ulrike Bohnet, diretora do escritório do Turismo da Alemanha em Espanha e Portugal, que aproveitou a Expo Abreu, que teve lugar este fim-de-semana, em Lisboa, para apresentar o destino em Lisboa. A responsável adianta que atualmente são cerca de 130 mil os turistas portugueses que visitam o destino, tendo como alvo sobretudo Berlim mas também Munique. “São especialmente city breaks”, explica Ulrike Bohnet, mas também outras cidades como Dusseldorf, Hamburgo ou Colónia têm registado um aumento. Os números de 2014 apontam para 370.000 estadias e, este ano, deverá atingir as 400 mil.

“A Alemanha é sorbetudo conhecida como um país emissor de turistas e um dos destinos preferidos dos alemães é precisamente Portugal”, garantiu, durante a apresentação. E acrescentou que “se perguntarmos aos portugueses se vêem a Alemanha como um destino turístico provavelmente dirão que é mais conhecida como um destino de negócios”. No entanto, frisou que desde a sua unificação, há 25 anos, que a Alemanha se tem vindo a posicionar como um destino turístico, ocupando atualmente a 2ª posição como destino turístico da Europa, depois de Espanha.

Daí esta ação em Lisboa, com o objetivo de levar os portugueses a conhecer mais destinos e cidades dentro da Alemanha, alargando o conceito de city break para outro tipo de turismo. Desde 2013, por exemplo, que a Alemanha é o primeiro destino de turismo cultural. Além disso, a natureza é outro elemento forte do país, com um terço do território alemão como área protegida. O destino tem 16 parques nacionais, 104 parques de natureza e 15 reservas de bioesfera.

A campanha do próximo ano vai, por isso, incidir sobre as Paisagens Naturais, para dar a conhecer as zonas rurais, especialmente na parte leste.

Inês Gromicho