Turismo do Porto e Norte leva Louça de Bisalhães e gastronomia regional à Expo Dubai

Turismo do Porto e Norte leva Louça de Bisalhães e gastronomia regional à Expo Dubai

Categoria Advisor, Associativismo

A Louça Preta de Bisalhães e a Gastronomia Típica de Vila Real, pela mão do consagrado Chef Vitor Matos, vão estar em destaque no Pavilhão de Portugal da Expo Dubai, entre os dias 14 e 16 de outubro.

Trata-se de uma iniciativa conjunta entre o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), o Município de Vila Real e a AICEP Portugal Global, com o objetivo de valorizar, promover, conservar e destacar a Louça Preta de Bisalhães, Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Este património, cujo processo de confeção o torna único e diferente, resulta de um conhecimento ancestral, passado de geração em geração, que já teve uma grande importância económica e social no Norte de Portugal.

A dureza do processo de fabrico levou a que a atividade tivesse algum retrocesso. As famílias ligadas à arte foram encaminhando as gerações mais novas para outras atividades, percebidas socialmente como tendo maior estatuto e um rendimento mais constante, o que levou ao quase desaparecimento da Louça Preta de Bisalhães, apesar de uns quantos resistentes terem sempre mantido a arte. Viria a ser inscrita no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, por se considerar ter uma importância que ultrapassa a dimensão nacional, na Lista do Património Cultural Imaterial que Necessita de Salvaguarda Urgente, da UNESCO.

Ao levar esta tradição à Expo Dubai 2020 pretende-se promover a valorização do território onde é criada e vendida a Louça Preta de Bisalhães, de Vila Real, fomentando a visibilidade de um ativo diferenciador e identitário, não apenas daquele território, mas também do país, procurando, sempre, assegurar a sua continuidade, no tempo.

Ligação à gastronomia

Em simultâneo, pretende-se divulgar a riquíssima e diversificada gastronomia regional, que será confecionada pelo Chef Vítor Matos, galardoado com uma estrela Michelin. As experiências gastronómicas em Barro Preto de Bisalhães estarão disponíveis no restaurante do Pavilhão de Portugal – o “Al Lusitano”, cuja concessão foi atribuída ao Chef Chakall.

O menu será constituído por uma entrada, “Polvo a lembrar um escabeche, delicado e tão nosso”; um prato de peixe, “Garoupa com grão-de-bico… tradição e modernidade”; um prato de carne, “Da nossa tradição mais genuína… o cabrito assado em Barro de Bisalhães”, e uma sobremesa, “Leite creme da avó em Barro de Bisalhães, com azeite, baunilha e maracujá”.

Com o objetivo de formar novos públicos, será ainda disponibilizado um livro em formato digital com o título “TRAZ, ZAS, TAZ! Vamos ver como o Oleiro faz!”, que explica as origens da Louça Preta de Bisalhães, em inglês e em árabe, para além de ter sido criado um filme promocional e um minisite para promover esta ação www.feelthecall.pt/vilareal.

Luís Pedro Martins, Presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, explica que “tudo fizemos para não perder esta oportunidade de promover a nossa região e os seus ativos neste grande evento, seguramente o maior de 2021 e um dos mais importantes a nível mundial, o primeiro desta dimensão a realizar-se no período pós pandemia”.

E já ontem, durante a apresentação das iniciativas que a região vai promover no Pavilhão de Portugal, o responsável máximo do TPNP teve oportunidade para, junto do Ministro da Educação dos Emirados Árabes Unidos, de visita ao espaço, sublinhar todos os créditos e potencialidades do destino, que vê nos EAU um mercado muito importante e de alto valor.

Entretanto, hoje, Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte, e Rui Santos, presidente da Câmara Municipal de Vila Real, têm encontro marcado com a Ministra da Cultura, Graça Fonseca e o Embaixador de Portugal nos Emirados Árabes Unidos, Joaquim Moreira de Lemos, que estarão de visita ao Pavilhão de Portugal.

Rui Santos, autarca do município transmontano demonstrou o seu contentamento com a oportunidade de promoção da Louça de Bisalhães neste grande evento, afirmando: “Lutamos muito para preservar e divulgar o nosso património cultural, designadamente o Barro de Bisalhães. A Expo 2020 Dubai é uma montra mundial, que terá milhões de visitantes, que descobrirão Portugal, o Norte, Vila Real, Bisalhães e as maravilhas que lá se encontram”.

Francisca Guedes de Oliveira, Vice-comissária de Portugal para a Expo 2020 Dubai, explica, por seu turno, que “na Expo 2020 Dubai pretendemos mostrar o que de melhor temos no nosso País. A Louça Preta de Bisalhães é um dos símbolos da Portugalidade, que alia tradição a inovação, e que promove a imagem de um Portugal que surpreende com talento e diversidade”.

O Pavilhão de Portugal

O Pavilhão de Portugal fica localizado entre as zonas temáticas dedicadas aos temas Mobilidade e Sustentabilidade, em frente ao Jubilee Park, o maior recinto para espetáculos da Expo 2020 Dubai. Como forma de potenciar a presença nacional nesta importante feira mundial, pretende-se posicionar Portugal como um país acolhedor, onde se cruzam culturas e se constroem parcerias para o desenvolvimento de novos projetos; ao mesmo tempo que se promove a língua portuguesa enquanto idioma de negócios e de interação cultural e científica entre povos.

Consolidar a atratividade que Portugal tem vindo a conquistar enquanto país renovado, central, inovador e multicultural e promover a diversidade do território português, dos seus recursos naturais, culturais e turísticos são outros dos objetivos da presença nacional no Dubai. Sem, claro, esquecer a importância de fomentar o intercâmbio educativo, cultural e científico entre as dezenas de países que marcam presença neste evento à escala global.