Turismo nacional continua a crescer em todas as regiões turísticas

Categoria Alojamento, Business

O turismo nacional está a crescer. Apesar de ainda subsistirem assimetrias, todas as regiões turísticas notam subidas, avança o Jornal de Negócios.

É uma subida generalizada, que não deixa de fora nenhuma região de Portugal. Os mais recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram que nos primeiros meses do ano se registam 26,8 milhões de dormidas em território nacional. Face ao mesmo período de 2014, a escalada é de 7,3%.

O ritmo de crescimento assemelha-se entre turistas residentes e não residentes em Portugal. Ainda assim, os estrangeiros levam a melhor em termos de peso: representaram 19 milhões de dormidas até julho. Os nacionais ficaram-se pelos 7,7 milhões. Por sua vez, entre janeiro e julho, o número de hóspedes aumentou até 9,6 milhões, um incremento homólogo de 8,8%.

Apesar destes indicadores positivos há um que não segue a mesma tendência. A estada média nos estabelecimentos hoteleiros nacionais continua em quebra, tendo atingido as 2, 79 noites no período já analisado pelo INE.

A hotelaria nacional conseguiu registar proveitos totais na ordem dos 1,3 mil milhões de euros. O valor representa um crescimento de 12,3% em termos homólogos. Já o rendimento médio por quarto disponível também segue a mesma tendência para os 33,8 euros.

O mercado britânico continua a ser o que mais pesa, mas há surpresas entre os mercados emissores. Itália é aquele que mais cresce nos primeiros sete meses de 2015 quando comparado com o mesmo período do ano passado: 23%. Estados Unidos da América, Bélgica, França e Alemanha fecham o “top” 5.

Não há uma região do país que fique fora da tendência de crescimento, mas os Açores lideram com uma subida a roçar os 20%. Norte, Centro e Alentejo crescem acima dos dois dígitos. O Algarve está praticamente estagnado, com um crescimento de 2,1%

Em termos de dormidas, Algarve, Lisboa e Madeira representam 75% da procura total do país.