UAlg integra projeto para promover turismo sustentável que será executado em sete países

UAlg integra projeto para promover turismo sustentável que será executado em sete países

Categoria Advisor, Formação

Dez parceiros, entre os quais a Universidade do Algarve (UAlg), integram o projeto “SuSTowns – enhancing SUStainable tourism attraction in small fascinating med TOWNS“, que irá ser desenvolvido em sete países: Eslovénia, Grécia, Albânia, Itália, Espanha, Croácia, Portugal. O projeto tem como objetivo intervir na definição de programas e políticas no sentido de promover um turismo sustentável e de qualidade, preservando as tradições locais e o património cultural.

Com este projeto pretende-se ainda intervir na definição dos fluxos turísticos desejados, garantindo que as cidades mantêm os mais altos fluxos, evitando, ao mesmo tempo, qualquer risco de alteração dos seus frágeis ecossistemas, promovendo, assim, um turismo sustentável e de qualidade. Os resultados esperados constituem um conjunto de ferramentas de gestão e planeamento do Turismo no Mediterrâneo que promovam certos destinos turísticos e, simultaneamente, evitem o seu declínio, preservando as tradições locais e o património cultural.

A Universidade do Algarve escolheu Lagos como a cidade onde irá intervir. Segundo a equipa da UAlg, “Lagos tem um potencial turístico muito elevado, mas que se não for devidamente planeado poderá correr o risco de colapso dos serviços oferecidos pela antropização excessiva”.

Com a implementação do SuSTowns será elaborado um modelo de turismo sustentável que, através de planos de ação locais, permitirá enfrentar/impedir o declínio do turismo nesta cidade. Este modelo será constituído por ferramentas e políticas locais baseadas na sustentabilidade e valorização do património local da cidade. A cidade de Lagos, “com este projeto, terá ao seu dispor uma ferramenta que lhe permite gerir e planear o seu fluxo turístico com a certeza de estar devidamente dimensionado, potencializando a sua receita, mas sem colocar em causa o seu património local e sem interferir na qualidade de vida dos seus habitantes”, referem os investigadores.

A equipa da UAlg integra investigadores de dois centros de investigação. Liderada por Adão Flores, docente da Faculdade de Economia e investigador do Centro de Investigação em Turismo, Sustentabilidade e Bem-Estar (CinTurs), conta ainda com as participações de Elsa Pereira, docente na Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC) e investigadora do CinTurs, Joaquim Contreiras, docente na Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo (ESGHT) e investigador do CinTurs, Jorge Andráz, docente da Faculdade de Economia e investigador do CinTurs, Manuela Rosa, docente do Instituto Superior de Engenharia (ISE) e investigadora do CinTurs e ainda Paula Serdeira Azevedo, docente da ESGHT e investigadora no Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo (CiTUR).