Um fator/Palavra-chave para o negócio turístico nos próximos anos: “Circularidade”

Um fator/Palavra-chave para o negócio turístico nos próximos anos: “Circularidade”

Categoria Advisor, Opinião

Circularidade

Por Rita Marques, CEO Impactrip

A evolução do turismo passa por uma lógica de economia circular onde tudo é transformado em novos produtos e serviços. Reciclar não é suficiente, é preciso criar sistemas circulares que apliquem esta lógica desde o início e que tenham em conta as limitações dos recursos naturais, as externalidades negativas do turismo e que apoiem a mudança de comportamento que está a acontecer ao viajante cada vez mais informado, exigente e consciente.

O turismo, pelas ligações que tem com outros setores da economia, tem que ser o líder nesta mudança positiva e inspirar à redução do plástico, ao combate ao desperdício alimentar, à construção sustentável, ao consumo de moda responsável entre muitas outras mudanças que são mais do que importantes, são essenciais à transformação do turismo.

(Indicada por Luís Araújo)

*No 29º Aniversário da Ambitur retomámos um desafio já lançado por nós há três anos e, uma vez mais, o setor correspondeu. O “Passa a Palavra” colocou o primeiro repto a Gonçalo Rebelo de Almeida, da Vila Galé; Nuno Mateus, da Solférias; Frederico Costa, das Pousadas de Portugal e Manuel Proença, da Hoti Hotéis. Estes quatro profissionais explicaram quais os desafios que se colocam ao Turismo nos próximos tempos e ficaram também incubidos de nos indicar a quem poderíamos lançar o mesmo repto. Ao longo dos próximos dias iremos publicar aqui os 29 comentários que resultaram deste “Passa a Palavra”, acrescentando também quem foi indicado por cada um dos comentadores.

Publicado na edição 324 da Ambitur.