Um Fator/Palavra-Chave para o Negócio Turístico nos próximos anos: “Desafio”

Um Fator/Palavra-Chave para o Negócio Turístico nos próximos anos: “Desafio”

Categoria Advisor, Opinião

O Desafio

Manuel Proença, presidente do Grupo Hoti Hotéis

Perspetiva-se um ano de 2020 pleno de desafios para o turismo nacional, onde as empresas têm de estar alertadas, capacitadas e motivadas para os enfrentar e superar.

O contexto político, económico, financeiro e social avizinha-se turbulento, difícil e consequentemente desafiante. O abrandamento económico global potenciado pela guerra comercial Estados Unidos – China, a contração da produção da industria automóvel com forte impacte nas dinâmicas das maiores economias europeias (alemã e francesa), a crescente instabilidade nos países do médio oriente, o Brexit, as taxas de juro negativas de referência do BCE ainda mais acentuadas, a situação muito complicada das companhias aéreas nacionais (TAP e SATA) e o mercado laboral sem capacidade para dar resposta às necessidades do setor, obrigam a estarmos atentos e motivados para enfrentarmos os tempos que se avizinham!

Motivados e alinhados, empresas, parceiros sociais e governo, em cooperação, temos todos que estar preparados para o desafio que temos pela frente!

 

*No 29º Aniversário da Ambitur retomámos um desafio já lançado por nós há três anos e, uma vez mais, o setor correspondeu. O “Passa a Palavra” colocou o primeiro repto a Gonçalo Rebelo de Almeida, da Vila Galé; Nuno Mateus, da Solférias; Frederico Costa, das Pousadas de Portugal e Manuel Proença, da Hoti Hotéis. Estes quatro profissionais explicaram quais os desafios que se colocam ao Turismo nos próximos tempos e ficaram também incubidos de nos indicar a quem poderíamos lançar o mesmo repto. Ao longo dos próximos dias iremos publicar aqui os 29 comentários que resultaram deste “Passa a Palavra”, acrescentando também quem foi indicado por cada um dos comentadores. 

Publicado na edição 324 da Ambitur.