União Europeia admite criação de “passaporte de vacinação” até ao verão

União Europeia admite criação de “passaporte de vacinação” até ao verão

Categoria Advisor, Política

No rescaldo da reunião do Conselho Europeu, o Primeiro Ministro, António Costa, anunciou que a União Europeia está a ponderar a criação de “um documento que ajude a dispensar a realização de quarentena”, mas rejeitou a expressão “passaporte sanitário”. O documento provará que o detentor do passaporte já tem imunidade, por ter sido vacinado, ou realizou um teste com resultado negativo.

“A Comissão ficou de preparar nos próximos meses um documento que permita atestar, de uma forma não identificada, que uma pessoa está numa das seguintes circunstâncias: ou já esteve infetada com Covid-19, ou está devidamente vacinada, ou realizou um teste que confirma que não está nesse momento contaminada com covid-19”, afirmou governante.

“Somos defensores de uma medida à escala europeia, é com esse objetivo que enquanto presidência estamos a trabalhar em conjunto com a Comissão Europeia. O desejo que todos temos é que até ao verão seja possível que este documento exista”, garantiu. Na visão de António Costa, o documento “ajudará a liberdade de circulação” e irá possibilidade “uma retoma mais tranquila” do turismo.