Vila Galé acelera investimentos imobiliários e conta avançar com três novos hotéis no Brasil

Vila Galé acelera investimentos imobiliários e conta avançar com três novos hotéis no Brasil

Categoria Alojamento, Business

A Vila Galé tem em curso o avanço de três empreendimentos imobiliário-turísticos no Brasil, todos no Estado do Ceará, mais concretamente em Cumbuco, a 30 quilómetros de Fortaleza. Costa dos Ventos, Sun Set e Água Marinha são as designações dos empreendimentos que já estão ou começarão a sua comercialização em breve, permitindo a diversificação das receitas do grupo no Brasil. Recorde-se que nesta região o grupo concluiu o projeto imobiliário Vila Galé Sun, nos três últimos anos, que terá envolvido 165 moradias.

Na vertente hoteleira, o grupo Vila Galé tem em curso as obras da sua unidade em Alagoas (na foto). O hotel com 514 quartos situa-se na Praia de Santo António do Carro Quebrado, com abertura para junho/julho do próximo ano. De acordo com Jorge Rebelo de Almeida, em conferência de imprensa no âmbito das comemorações dos 20 anos da empresa no Brasil, “os grandes operadores brasileiros já estão a vender o hotel. Este vai ser um grande negócio não tenho hoje qualquer dúvida”. O responsável também indica que o investimento da unidade poderá atingir os 150 milhões de reais, um valor superior ao estimado, pelo aumento do custo das matérias-primas. Esta unidade contará com um parque aquático, a primeira experiência do grupo português neste âmbito.

Após o término das obras desta unidade, há dois projetos hoteleiros que poderão arrancar no Brasil sob a orientação da Vila Galé, no próximo ano. Um em Salvador, outro no Ceará, em Cumbuco. Em Salvador, capital da Bahia, o grupo aguarda a luz verde para avançar num edifício histórico, o Palácio Rio Branco. “Estamos a preparar um sonho, já aprovámos o projeto no IPHAN – Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional do Brasil, mas aguardamos o finalizar do concurso, estamos em negociações com o Governo da Bahia no sentido de ficarmos com a exploração deste Palácio”, indica Jorge Rebelo de Almeida. Para o responsável, esta é “uma peça monumental, numa localização no centro histórico. Para conseguirmos ter uma maior probabilidade de ganharmos o concurso, antecipámos os projetos todos do hotel, estando já todos aprovados pelo IPHAN. O que falta neste momento é o lançamento do edital do concurso e a resolução de uma desavença com o Governo, numa questão burocrática, que até ao final do ano estará resolvida. Com a prefeitura já entregámos também o nosso projeto”.

Também no próximo ano deverá avançar o Vila Galé Collection, em Cumbuco, no Ceará, que contará com 130 quartos e 80 lotes de moradias.

Também na conferência de imprensa, Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do grupo, questionado sobre investimentos em outras latitudes indicou que “estamos permanentemente à procura de novas oportunidades de negócio”. Questionado sobre a hipótese de um investimento em Minas Gerais, indica que “surgiu um contacto para a exploração de uma unidade dentro do Parque de Inhotim (o Instituto Inhotim é um museu de arte contemporânea e Jardim Botânico, localizado em Brumadinho. Minas Gerais), estamos a aguardar elementos para estudar a proposta. A ideia seria fazer uma unidade dentro dos nossos Collection”. No entanto, Jorge Rebelo de Almeida, presidente do grupo, indica que “na nossa avaliação Belo Horizonte (capital de Minas Gerais) não está a necessitar de mais unidades hoteleiras, pelas taxas de ocupação que apresenta”.

Fazendo um balanço dos investimentos a avançar em Portugal, Jorge Rebelo de Almeida também confirmou que o grupo pretende avançar com um hotel em Tomar, um antigo Convento, e a primeira unidade hoteleira nos Açores, em Ponta Delgada, também num edifício histórico. Por outro lado, no Clube de Campo, em Beja, a Vila Galé irá criar dois novos conceitos: “vamos fazer o hotel dos nossos sonhos, um hotel para crianças (com 140 quartos) e um alojamento só para adultos (num alojamento de agroturismo, com 12 quartos)”.

Pedro Chenrim, em Fortaleza, a convite da Vila Galé.