Vila Real de Santo António candidata-se a Património da Humanidade

Categoria Destinos, Explore

O município de Vila Real de Santo António vai candidatar o núcleo pombalino do seu centro histórico e a vila de Cacela Velha à Lista Indicativa do Património Mundial da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

Segundo o município, a candidatura do seu núcleo histórico deve-se ao facto deste ser, na actualidade, um dos melhores exemplos da arquitectura e do urbanismo do século XVIII – trata-se de uma cidade fábrica, fundada de raiz nos ideais iluministas –, cuja importância está identificada e preservada no Plano de Pormenor de Salvaguarda do Núcleo Pombalino de VRSA.

Relativamente a Cacela Velha, a candidatura tem em consideração a singularidade e o grau de preservação do seu núcleo histórico (já classificado como Imóvel de Interesse Público) a riqueza e antiguidade dos achados arqueológicos, a sua localização e enquadramento paisagístico, bem como a existência de um projecto consolidado de investigação histórica e arqueológica com mais de 15 anos.
Para Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de VRSA, “estas duas candidaturas dão ainda mais força à estratégia desenvolvida, nos últimos 10 anos, ao nível da conservação do património, facto que levou a que VRSA fosse a primeira cidade do país a ver aprovada uma Área de Reabilitação Urbana, tenha criado um Plano de Salvaguarda e posto em marcha o maior projecto de requalificação do seu Centro Histórico, avaliado em 1,5 milhões de euros”.