Vítor Silva: “O turismo será o motor da capacidade de se sair da crise”

Vítor Silva: “O turismo será o motor da capacidade de se sair da crise”

Categoria Advisor, Associativismo

Na sessão de abertura do XVI Congresso da ADHP – Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal, realizada ontem, participou também Vítor Silva, enquanto presidente da Agência Regional de Promoção Turística (ARPT) do Alentejo.

Vítor Silva começou por parabenizar a “coragem” da ADHP pela concretização de mais um Congresso até porque, na sua opinião, “há uma certa tendência para pensar que este tipo de realizações passaram todas para o online” e isso “é um disparate completo do ponto de vista económico”. “O setor dos congressos é fundamental para o desenvolvimento da indústria do turismo”, defende, além de que “nós próprios [setor turístico] temos necessidade de estar uns com os outros”.

O presidente da ARPT do Alentejo adianta que “em Portugal somos dos melhores que sabem fazer turismo”, um país pequeno mas “dos melhores do mundo”, e recorda que também o Turismo de Portugal tem sido considerado o “melhor instituto público de gestão de turismo a nível mundial”. O responsável argumenta que o turismo foi “o motor da capacidade que tivemos para sair da crise” económica em 2015 e que irá voltar a sê-lo, nesta crise provocada pela pandemia, assim que as circunstâncias o permitirem, nomeadamente, a vacina.

“Não podemos ter ilusões de que os próximos tempos vão ser fáceis”, adianta Vítor Silva. É preciso ter em mente que “podemos só começar a trabalhar a sério, a trazer turistas internacionais, na segunda metade de 2021”. Até lá, é fundamental “aguentar as empresas”, com o objetivo de “garantirem o máximo possível os postos de trabalho”, e em seu entender “obviamente temos de viver fundamentalmente do turismo nacional” embora pese o problema da sazonalidade.

Rita Inácio