Volta Int: “Best Western muda nome e logo e lança nova marca”

Volta Int: “Best Western muda nome e logo e lança nova marca”

Hosteltur – www.hosteltur.com

“Hotéis de Barcelona em destaque pelo seu débil resultado em agosto”

Barcelona sofreu em agosto uma queda na ocupação média de 1,5% tendo-se fixado nos 87,7%. Segundo os dados da consultora STR Global, os dados de Barcelona foram muito inferiores à media da Europa , onde se verificou um aumento de 2,2%, ainda que até aos 77,1%.

Panrotas – www.panrotas.com.br

“Recife investe no turismo e foca no lazer”

Para fomentar a promoção de Recife como destino turístico de lazer, a prefeitura da capital pernambucana investiu cerca de R$ 25 milhões em 2015 em diversas obras de infa-estrutura, segundo adiantou o secretário de Turismo e Lazer da cidade, Camilo Gonçalves. A intenção é mostrar que Recife pode ser um destino para a família e não apenas um destino para empresas, como muitos ainda acreditam. De acordo com o secretário, cerca de 80% dos visitantes que chegam à capital pernambucana são viajantes de negócios.

“Best Western muda nome e logo e lança nova marca”

O melhor ficou para o final. Como se fosse o enredo de um filme, a Convenção Internacional da Best Western guardou para o fim do dia as melhores novidades. Depois de cerca de 25 anos carregando o mesmo nome e logótipo, a empresa apresentou mudanças. A partir de 2016 a empresa terá como nome Best Western Hotels & Resorts e terá um novo logo. Segundo o CEO e presidente da Best Western, David Kong, “há cerca de 30 anos éramos uma rede que estava a internacionalizar-se, hoje estamos presentes em mais de 100 países do mundo. Modernizamo-nos, somos uma rede consolidada e esta nova logomarca simboliza este momento”, afirmou.”

Mercado e Eventos – www.mercadoeeventos.com.br

“Não é o momento político para mudar a Embratur”

O plano de Vinicius Lummertz de tornar a Embratur mais relevante será atrasado. De acordo com o presidente do órgão, já existem três propostas de modelos apresentados ao Ministério do Turismo. Entretanto, Lummertz afirma que não é o momento político para se realizar tal discussão. “Não é o momento político para isolar uma discussão sobre o turismo. Ela deve ser colocada em um âmbito mais amplo. Não só do turismo, mas como de desenvolvimento econômico do país. Ela pode ser e ser mal debatida caso seja colocada em pleito neste momento. Isso porque o Brasil tem prioridades de um todo. Mas acredito que esse momento encontra-se próximo”, afirma Lummertz.

“Investimento no Turismo soma R$ 899 milhões”

O financiamento de bancos públicos para o setor de turismo teve em junho o melhor desempenho deste ano. Foram R$ 899 milhões em operações de crédito realizadas pelo Banco do Brasil, Caixa Económica Federal, BNDES, Banco da Amazónia e Banco do Nordeste, um aumento de 34% em relação ao mês de janeiro, quando foram desembolsados R$ 670 milhões em empreendimentos do setor. Os empréstimos incluem construção e reformas de hotéis, bares, restaurantes, parques temáticos e outras atividades relacionadas, que somam R$ 78 bilhões desde 2003, quando o Ministério do Turismo começou a articular linhas especiais para o setor com as instituições financeiras.

“É preciso que a Dilma entenda a importância do turismo”, diz Recena

A reunião especial do Fornatur durante a 43ª Expo Abav, em São Paulo, na última semana, foi bastante positiva na opinião do presidente da entidade, Jaime Recena. De acordo com o presidente, o acordo entre Embratur e TAP pode ser bastante vantajoso para o turismo nacional. “Entendemos que é justo iniciar um diálogo para que TAP e Embratur sejam parceiras na divulgação do Brasil em feiras internacionais, proporcionando tarifas especiais àqueles estados que vão participar como expositores mundo a fora, além de negociarmos preços especiais para o transporte de cargas. Temos de estar todos unidos, entidades públicas e iniciativas privadas, para realizar um esforço especial de promoção do nosso país”, disse o presidente do Fornatur.

“Rio 2016: Embratur terá campanha focada em música”

O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, afirmou que a instituição vai fazer uma campanha com base na música brasileira para divulgar a cidade do Rio de Janeiro e os Jogos Olímpicos no exterior. Segundo ele, com muita inovação tecnológica. “Além disso, vamos fazer uma mobilização intensa nas feiras internacionais que participamos. E, claro, nos eventos exclusivos de divulgação dos jogos Rio 2016, como fizemos na Expo Milão”, disse Lummertz.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.