Volta Int.: “Destinos recebem 180 milhões a menos de turistas internacionais de janeiro a abril”

Volta Int.: “Destinos recebem 180 milhões a menos de turistas internacionais de janeiro a abril”

Mercado & Eventos – http://www.mercadoeeventos.com.br/

“Destinos recebem 180 milhões a menos de turistas internacionais de janeiro a abril”

A Organização Mundial do Turismo (OMT) calculou o tamanho do impacto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Turismo em todo o mundo. Embora o mês de junho comece a dar sinais – mesmo que lentos – de retorno, o prejuízo de países e de toda a cadeia turística, que engloba mais de 50 atividades, é calculado em US$ 195 mil milhões. Foram 180 milhões de chegadas internacionais a menos de janeiro a abril de 2020, se comparado com o mesmo período do ano anterior. Por regiões, a Ásia-Pacífico foi a mais atingida pela pandemia entre janeiro e abril, com uma queda de 51% nas chegadas internacionais. A Europa foi o continente com a segunda maior queda (-44%) em número de turistas estrangeiros, seguida pelo Oriente Médio (-40%), Américas (-36%) e África (-35%).

“KLM planeia retomar 80% das rotas internacionais em agosto”

A KLM planeia voltar a operar 95% das rotas na Europa e 80% da sua malha aérea internacional já em agosto. Como divulgado pelo M&E, será uma retoma reduzida em relação ao número de frequências semanais, uma vez que a companhia vai operar de 35 a 40% do programa habitual de voos programados para o mês. A KLM informa que a retoma será gradual e cuidadosa, logo após uma “paralisação virtual” das suas operações em abril.

Hosteltur – https://www.hosteltur.com/

“Espanha: Com 1.567 hotéis abertos, a ocupação em maio foi de 12%”

A primeira fase de desconfinamento começou em maio, que incluiu a abertura de hotéis e terraços, no entanto, dos 20.000 hotéis existentes em Espanha, apenas 1.567 foram abertos, 90,3% a menos do que no mesmo mês de 2019 e a ocupação média do hotel foi de 12,1%, de acordo com dados do INE Hotel Tourism Juncture (CTH), demonstrando o impacto do Covid-19 na atividade turística.

Panrotas – http://www.panrotas.com.br/

“Hotelaria do Rio acusa Booking de abuso de poder”

A Booking está a ser acusada por empresários da hotelaria carioca de se recusar a dialogar e chegar a um consenso de uma possível redução temporária dos comissionamentos praticados pela OTAs, visando, principalmente, o cenário de retoma do Turismo. Segundo a denúncia, a Booking é a única OTA que se nega a conversar, enquanto as outras três grandes empresas do segmento – Decolar, Expedia e Hotel Urbano – não apenas se colocaram à disposição para o diálogo, como já estão em fase de negociação com os hotéis.  A Booking diz que está a fazer tudo o que pode para dar suporte aos parceiros, estabelecendo um diálogo constante e direto com eles e trabalhando para garantir a demanda para os seus negócios assim que os viajantes puderem retomar as suas experiências pelo mundo.

“Chile divulga protocolos para a reabertura do Turismo”

Após o pico de contágio da Covid-19, o Turismo do Chile poderá retomar as suas atividades seguindo os novos protocolos sanitários estabelecidos pelo Ministério da Economia, Desenvolvimento e Turismo, juntamente com a Sub-secretaria de Turismo e o Sernatur. As medidas visam a reativação gradual do setor com base em protocolos e recomendações de saúde, apoio financeiro às PMEs e um plano nacional de promoção turística.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.