Volta Int.: “Embratur e TAP discutem possibilidade de promoção dos destinos brasileiros”

Volta Int.: “Embratur e TAP discutem possibilidade de promoção dos destinos brasileiros”

Mercado & Eventos – http://www.mercadoeeventos.com.br/

“Embratur e TAP discutem possibilidade de promoção dos destinos brasileiros”

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves convidou o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, para viabilizar ações de promoções conjuntas de destinos turísticos brasileiros na Europa por meio de canais de comunicação da empresa aérea.

Segundo Antonoaldo Neves, a TAP tem como meta 200 mil europeus a mais no Brasil. “A intenção é atrair turistas da Espanha, Inglaterra, França, Alemanha e Itália, além de Portugal. Este número pode gerar mais de 1,4 mil milhões de reais em receita e 500 milhões em impostos, ou seja, cerca de 100 vezes mais de retorno em cima do valor proposto para o investimento em divulgação”, detalhou. O presidente executivo citou, ainda, o aumento de turistas norte-americanos em Portugal depois que foi realizada uma campanha promocional com o governo dos Estados Unidos. “Como exemplo, há 4 anos, somente 100 mil norte-americanos chegavam a Lisboa pela TAP. Hoje, com o investimento em propaganda e marketing, mais de 900 mil passageiros usam a nossa rota”, garantiu.

O presidente executivo da TAP detalhou que a companhia oferece conexão para 18 capitais na Europa e outras 32 cidades secundárias. Com isso, 140 milhões de europeus são atingidos via Lisboa, hoje considerada o hub do Brasil na Europa.

Durante a reunião, Gilson também citou a negociação entre a companhia TAP e o governo de Alagoas para implementação de voos diretos que ligarão Lisboa a Maceió. O presidente da Embratur ainda defendeu uma proposta de criação de nova rota para Manaus. Segundo Antonoaldo Neves, existe uma intenção da TAP em se conectar com a capital do Amazonas via Belém, no Pará. A companhia prepara estudos para que, em breve, consiga apresentar uma solução para esta conexão.

“Porto de Salvador recebe mais de 18 mil turistas na semana do Carnaval”

Durante o Carnaval, o aumento de fluxo de turistas nas principais capitais é inevitável. Em Salvador, a expectativa é de que só o porto receba mais de 18 mil turistas ao longo da semana de festas, entre os dias 19 e 26 de fevereiro. Ao todo estão sendo esperados sete navios nos dias de Carnaval, sendo que, na terça-feira (25), último dia oficial da festa, quatro navios estarão atracados simultaneamente no Porto de Salvador. A temporada de cruzeiros iniciou-se em 17 outubro de 2019 e será encerrada em 18 de abril, deste ano. Durante esse período, 63 navios passam pelo Porto de Salvador, um total de mais de 170 mil passageiros.

Panrotas – http://www.panrotas.com.br/

“Vila Galé anota alta de 21% no faturamento de hotéis brasileiros”

Com nove meios de hospedagem administrados no Brasil, a rede portuguesa Vila Galé teve, em 2019, um ano de resultados positivos no País. No balanço de janeiro a dezembro do ano passado, a companhia obteve alta de 13% na ocupação média e 21% no faturamento geral. Os dois índices ficaram acima do esperado para o período e mostram a eficiência de uma estratégia que ganhou mais relevância no último ano: o fortalecimento do departamento de revenue management. O investimento em tecnologia de distribuição e a fidelidade do público do Vila Galé são outros aspetos destacados por pela gerente de Marketing e Vendas da rede, Adriana Borges, como importantes no ano.

Ainda de acordo com a executiva, a média de quartos ocupados nos empreendimentos da rede chegou a 60%, um número bem positivo já que a maioria dos projetos da rede aqui é de resorts com grandes inventários de apartamentos. Prestes a abrir mais um hotel, agora em São Paulo, a rede antecipa que a meta de faturamento para 2020: crescimento de até 25%.

“RevPAR da hotelaria americana não deve crescer pela 1.ª vez em 11 anos”

Pela primeira vez desde 2009, a indústria hoteleira americana tem projeções de não-crescimento anual em receita por quarto disponível (RevPAR), de acordo com estudo da STR, durante o The Americas Lodging Investment Summit (ALIS). “2019 já foi o pior ano da indústria para o crescimento do RevPAR dos hotéis desde a recessão, com apenas 0,9% de incremento depois de vários anos com pelo menos 3% de aumento”, disse a presidente da STR, Amanda Hite. “A boa notícia é que tivemos outro ano recorde para a demanda e mesmo assim o RevPAR cresceu. Estamos a prever uma desaceleração para 2020 e uma leve recuperação em 2021”.

Brasilturis – https://www.brasilturis.com.br/

“Portugal regista 27 milhões de turistas em 2019”

Nesta segunda-feira (17), a Secretaria de Estado do Turismo de Portugal divulgou a marca de 27 milhões de hóspedes em 2019. O volume representa alta de 7,3% em comparação com o ano anterior. “O turismo em Portugal continua a crescer nas vertentes interna e internacional e a ritmo bastante superior ao crescimento da procura mundial. Os resultados também continuam a demonstrar uma clara tendência de diversificação de mercados, com crescimentos exponenciais nos EUA e na China”, afirma Rita Marques, secretária de Estado do Turismo. O turismo interno (+7,5%) e o volume de hóspedes estrangeiros (+7,1%) também apresentaram alta. De entre os principais emissores, o Reino Unido se destaca com 19,2% do volume de estadas. Estados Unidos (+20,2%) e a China (+16%) aparecem em seguida.

“Conforto é uma das prioridades para turistas, segundo pesquisa”

Nesta segunda-feira (17), o estudo Love the Journey apontou que 74% das pessoas colocam o conforto entre as prioridades durante viagens. A pesquisa feita pela Collinson contou com a participação de 17,2 mil viajantes a lazer e 9,2 mil a negócios. O levantamento identificou também que custo-benefício (60%) e eficiência dos serviços (49%) também estão entre os principais critérios. Entre as principais facilidades buscadas, destaca-se a compra de acesso a lounges em aeroportos (32%), e assentos com mais espaço nos aviões (31%).

Hosteltur – https://www.hosteltur.com/

“O WTTC pede que o turista asiático não seja estigmatizado pelo coronavírus”

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, na sigla em inglês) fez um apelo para não estigmatizar ou promover qualquer tipo de discriminação contra turistas da China e da Ásia em geral, como resultado do surto de coronavírus.

“FMI avisa que a economia mundial poderá cair 0,2% com o coronavírus”

A diretora geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, indicou que o crescimento da economia mundial, estimado em 3,3% para 2020, poderá diminuir entre 0,1% e 0,2% face ao coronavírus, embora reconheça que ainda é cedo para saber o seu impacto.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.