Volta Int.: “TAP afirma que redução de oferta no Brasil não é permanente”

Volta Int.: “TAP afirma que redução de oferta no Brasil não é permanente”

Hosteltur

“Meliá vai gerir primeiro hotel internacional de 5 estrelas no Irão”
A Meliá Hotels International anunciou a entrada no Irão com o primeiro 5 estrelas gerido por uma companhia internacional, o Gran Meliá Ghoo, localizado no maior complexo misto residencial, comercial e hoteleiro do país, em Salman Shahr. A cadeia posiciona-se assim para se transformar num dos grupos internacionais de referência neste mercado face ao previsível desenvolvimento turístico que o país experimentará após o levantamento das sanções que restringiam o investimento estrangeiro desde 2006.

“Sete companhias aéreas dos EUA apresentam pedidos para voar em Cuba”
As quatro grandes companhias aéreas dos EUA e pelo menos três independentes apresentaram solicitações ao Governo desse país para obter a aprovação de operar voos regulares diretos para Cuba. Espera-se que os voos se iniciem no final do verão ou início de outono deste ano, com um total de 20 voos diários de ida e volta entre os EUA e Havana, e 10 voos diários de ida de volta entre os EUA e outras nove cidades cubanas, num total de 110 voos diários para as companhias norte-americanas.
Mercado & Eventos
“Tap afirma que redução de oferta no Brasil não é permanente”
Segundo o diretor-comercial para América do Sul da Tap, Mário Carvalho, a companhia aérea vai reduzir algumas frequências no Brasil. A aérea, que já contou com 84 voos no país, vai passar a operar apenas 66. O executivo explicou que a decisão é uma adaptação da oferta. “Estamos adaptando os voos de acordo com a procura. A decisão não é definitiva. Se sentirmos que precisamos de mais voos vamos recolocá-los”, enfatizou. O diretor não soube destacar quais as rotas que foram afetadas no Brasil, mas pontuou que as frequências no Rio de Janeiro e São Paulo mantiveram-se intactas. Carvalho ainda pontuou que nenhuma rota foi cancelada, como aconteceu na Colômbia e no Panamá. “Com a desvalorização do Real frente ao Dólar e ao Euro, esperamos que ocorra um aumento da procura com vendas da Europa para o Brasil. Suprindo, assim a queda na América do Sul”, esclareceu.
Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.