Volta Int.: “Turespaña promoverá turismo doméstico pela primeira vez”

Volta Int.: “Turespaña promoverá turismo doméstico pela primeira vez”

Mercado & Eventos – http://www.mercadoeeventos.com.br/

“Turespaña promoverá turismo doméstico pela primeira vez”

A Turespaña, agência de promoção internacional do Turismo de Espanha, realizará pela primeira vez na sua história o trabalho de promoção do turismo doméstico. A informação foi confirmada pela secretária de estado do Turismo do país, Isabel Oliver, em entrevista ao site Hosteltur. Destacou que o objetivo é garantir as viagens internas para movimentar o destino durante o verão enquanto ainda não estão permitidas viagens internacionais. Além da promoção interna, o país deve apostar nos mercados de Portugal e França, que tem potencial para viagens terrestres. Também haverá campanhas nos mercados emissores clássicos, como Alemanha, Reino Unido, França, Itália.

“Após anunciar retomada, Carnival vê volume de reservas crescer 600%”

Com a retomada das operações marcada para o dia 1 de agosto, a Carnival viu o volume recente de reservas aumentar substancialmente, de acordo com o portal TMZ. Um representante da Cruise Planners, empresa de consultoria de viagens da American Express, revelou que as reservas cresceram 600% se comparado com os três dias anteriores ao anúncio da volta das operações da companhia. O aumento chega a 200% se comparado com o mesmo período de 2019.

“Parque da Disney reabre na China com restrições e ingressos esgotados”

A Disney reabriu o Shanghai Disneyland esta segunda-feira (11) pela primeira vez desde janeiro, quando o parque teve as suas operações devidamente suspensas em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Embora com uma série de regras, restrições e protocolos aprimorados de higiene e segurança, como limite de capacidade e distanciamento assegurado, a emoção, a alegria e a magia dos parques da Disney voltaram a invadir o coração dos chineses. Os ingressos para esta semana foram esgotados em poucos minutos, independente das restrições seguidas à risca como a medição de temperatura e a utilização de máscaras durante a permanência no parque, exceto durante as refeições.

Hosteltur – https://www.hosteltur.com/

“Voos da China, Portugal, França e Itália crescem em junho”

As companhias aéreas prevêem uma certa recuperação no número de viajantes de Portugal, França, Itália e China no mês de junho, ao mesmo tempo em que, como um todo, calculam que a queda acentuada prevista para maio, de -82,2%, enfraquece-se consideravelmente em julho (-1,2%); segundo dados de Turespaña que refletem o impacto da crise causada pela pandemia de coronavírus.

“Air Canada retoma as suas rotas com Barcelona no final de junho”

A Air Canada anuncia o retorno dos seus aviões ao aeroporto de Barcelona-El Prat até 25 de junho. A companhia aérea do aeroporto de Montreal agora operará as suas rotas Barcelona-Toronto e Barcelona-Montreal com um dos dispositivos mais modernos da sua frota, o 787 Dreamliner.

“Os ganhos da Amadeus caem 60% no primeiro trimestre de 2018 com o Covid-19”

Os resultados do primeiro trimestre da Amadeus foram fortemente afetados pelo spread do Covid-19, como em quase todas as indústrias, a ponto de receber 117,8 milhões de euros, ou seja, 60,5% a menos do que o mesmo período de 2019. As receitas caíram 27,3%, para 1.021,7 milhões, reduzidas em 44,6% nas reservas de viagens registadas, segundo contas encaminhadas à Comissão Nacional do Mercado de Valores Mobiliários (CNMV).

“Disney World Orlando já aceita reservas a partir de julho”

A Walt Disney World, que abriu o seu parque em Xangai (China) na segunda-feira, 11 de maio, começou a aceitar reservas para visitar o parque em Orlando (Flórida) e permanecer nos seus hotéis a partir de 1 de julho, segundo a empresa, que também informa uma queda de 68% nos lucros na primeira metade do seu ano fiscal.

Panrotas – http://www.panrotas.com.br/

“British e Iberia: pelo menos 4 anos para recuperação plena”

“Quem pensa que voltaremos aos níveis registados em 2019 não compreende a situação em que estamos agora.” É assim que o CEO do Grupo IAG, de empresas como British Airways e Iberia, avalia a situação da crise provocada pelo novo coronavírus. Segundo Willie Walsh, a demanda por voos pode retornar em 2023 ou 2024, mas não haverá retorno “da maneira que víamos” em 2019. “Provavelmente serão quatro anos com perda no crescimento”, alerta.

“Com queda anual, Emirates prevê 18 meses para demanda voltar”

A Emirates Airline reportou um lucro de US$ 456 milhões no ano fiscal encerrado em 31 de março de 2020, queda de 28% em comparação com o ano fiscal anterior. O encerramento do Aeroporto Internacional de Dubai, seu hub, devido à pandemia do novo coronavírus, e a própria crise por ela causada, são as causas apontadas pela aérea dos Emirados Árabes Unidos. O CEO da Emirates, Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, prevê o retorno da normalidade na demanda por viagens em pelo menos 18 meses.

“Air France implementa controles de temperatura em todos os voos”

A partir desta segunda-feira (11), a Air France vai implementar gradualmente um sistema de controle de temperatura na partida de todos os seus voos. Os passageiros que apresentarem temperatura a partir de 38°C podem ser impedidos de embarcar, sendo a sua reserva alterada sem custos para uma data posterior. Além disso, o uso de máscara passa a ser obrigatório em todos os voos da companhia pelos passageiros e membros da tripulação.

“CEO da Marriott diz que a tendência é de reabertura dos hotéis”

Enquanto o RevPAR da Marriott International caiu 90% em abril, o CEO Arne Sorenson disse que a empresa se conforma com o facto de que o pior já passou na maioria dos países. A rede fechou 25% dos seus hotéis em todo o mundo devido à pandemia. Na América do Norte, 16% das propriedades foram fechadas temporariamente, enquanto na Europa foram mais de dois terços. “Não apenas em RevPAR, mas também em relação ao encerramento de hotéis, o mês de abril parece ter sido o mais crítico. À medida que vemos as restrições de viagens acabarem e a demanda retornar, a tendência é que os hotéis sejam reabertos, e não fechados”, afirmou Sorenson.

“AMResorts lança programa de limpeza para volta às operações”

Comprometida em oferecer um ambiente seguro aos hóspedes, a AMResorts lançou um programa de higienização que será implementado nas operações de todas as suas propriedades. Além dos novos protocolos de limpeza, os resorts da marca possuem a certificação FoodCheck, que está em conformidade com as práticas da Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC), um sistema internacional de segurança alimentar.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.