Volta Nacional: “Aeroporto da Portela vai funcionar só com uma pista”

Volta Nacional: “Aeroporto da Portela vai funcionar só com uma pista”

Económico

“Aeroporto da Portela vai funcionar só com uma pista”

A ANA, gerida pelo grupo francês Vinci Airports, pretende encerrar a pista secundária do aeroporto da Portela (pista 17-35) para aumentar a capacidade de resposta do aeroporto de Lisboa. Segundo o Diário Económico apurou junto de diversas fontes ligadas ao processo, esta opção foi já analisada entre a ANA e as outras partes interessadas, como a NAV – Navegação Aérea de Portugal (que gere os controladores aéreos), APPLA – Associação Portuguesa de Pilotos de Linha Aérea e TAP, entre outras entidades, tendo a maioria delas concordado com a solução e avançado com a emissão de um relatório de segurança operacional com base nesse cenário. Entre todas as partes envolvidas nesta avaliação, apenas a APPLA foi a única a expressar algumas reservas sobre o encerramento da pista secundária da Portela. Mesmo assim, todas as partes ouvidas pela ANA terão declarado que não havia impedimento de segurança para este processo, desde que uma pista alternativa de emergência pudesse ser aberta ao tráfego comercial na área do aeroporto, para utilização em casos de situação de ventos cruzados fortes.

Jornal de Notícias

“Carnaval 2016 arranca já no final deste ano”

Os pré-festejos do Carnaval de Estarreja 2016 arrancam ainda este ano, logo no dia após o Natal, a 26 de dezembro. Começa aí a apresentação dos “sambas enredo” (temas e músicas de cada escola de samba) e a folia mantém-se.

Público

“Neeleman abre a porta a capital chinês na Azul e encaixa 424 milhões”

Depois da norte-americana United Airlines, o grupo chinês HNA também vai entrar para a lista dos accionistas da Azul Linhas Aéreas, a transportadora brasileira de David Neeleman, o sócio de Humberto Pedrosa na TAP. Enquanto a United Airlines comprou uma posição de 5% na Azul (por cerca de 100 milhões de dólares ou 89 milhões de euros), o HNA Group vai comprar 23,7% da empresa de Neeleman por 450 milhões de dólares (423 milhões de euros). Com isto, o conglomerado que detém a Hainan Airlines (que também tem como accionista indirecto o Governo da província chinesa de Hainan) garante um lugar no conselho de administração da Azul.

“De onde vêm as principais leveduras do vinho? Dos carvalhos do Mediterrâneo”

Ao longo da história, o homem tem domesticado animais, plantas e até microrganismos, através da selecção e propagação de características consideradas úteis ou interessantes. Foi o que aconteceu também com a levedura do vinho. Actualmente, as leveduras que existem nas uvas, nas vinhas, nos lagares e nas adegas — e que são responsáveis pela fermentação da uva para produzir vinho — são muito semelhantes em todo o mundo: pertencem a uma população global da espécie Saccharomyces cerevisiae. Até agora, não se sabia de onde vinham estas leveduras. Mas a equipa de José Paulo Sampaio, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL), descobriu o “parente selvagem” das principais leveduras do vinho: vive nas cascas de carvalhos da região mediterrânica.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.