Volta Nacional: “Aeroporto do Montijo desagrada às low cost”

Volta Nacional: “Aeroporto do Montijo desagrada às low cost”

Económico

“Férias last minute com 16 destinos à escolha”

Se ainda não reservou as férias e está indeciso, saiba que as agências ainda têm no terreno diferentes pacotes que podem ser até Setembro. Há preços para diferentes carteiras.

“Cascais quer fazer do Autódromo um palco de testes para fabricantes”

A estratégia da Câmara Municipal de Cascais para dinamizar o Autódromo do Estoril passa por atrair as grandes marcas de automóveis para realizarem os seus testes e apresentações internacionais de novos modelos. “Pretendemos, dentro de princípios de competitividade  e racionalidade económica, trabalhar para que, no plano internacional, as grandes fabricantes de automóveis usem o Estoril para o teste e apresentação de novos modelos”, disse ao Económico Carlos Carreiras, presidente da Câmara de Cascais.

Diário de Notícias

“Dionísio tornou os Pestana um império do turismo”

Atrás dos já habituais Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo, um nome saltou à vista na lista dos empresários mais ricos de Portugal divulgada pela revista Exame. Dionísio Pestana, presidente do Grupo Pestana, o maior império nacional no sector do turismo, teve entrada directa no top 10. A fortuna avaliada em 506,6 milhões de euros coloca-o no oitavo lugar.

SOL

“Férias. Pare, escute e leia”

O escritor Valter Hugo Mãe, a fadista Katia Guerreiro e o encenador Jorge Silva de Melo escolhem os livros e os discos que levam na mala de férias. E nós acrescentamos algumas das obras que já estão a marcar o ano. Porque o Verão não se faz só de praia.

“Roteiro obrigatório”

Truistas ou investidores, os chineses que vêm a Portugal não dispensam fazer compras em lojas de luxo, provar vinho e pastéis de nata. Cabo da Roca é destino priveligiado.

“Aeroporto do Montijo desagrada às low cost”

O Governo já assumiu que, juntamente com a gestora aeroportuária ANA, está a estudar a base aérea do Montijo para instalar as companhias aéreas de baixo custo e complementar a operação da Portela. Mas essa opção parece não satisfazer as transportadoras low cost. “Os nossos passageiros pretendem chegar rapidamente ao seu destino e não a um aeroporto que fique a 50 ou 100 kms de distância do destino final”, começa por afirmar ao SOL fonte oficial da Easyjet, que opera actualmente no terminal 2 da Portela.

Vida Económica

“Proprietários duriense querem cativar turistas chineses”

Li Jinyuan, o empresário chinês que ofereceu férias em França a 6400 funcionários, passou um fim de semana na Quinta da Pacheca, no Alto Douro, e ficou encantado com a beleza da paisagem vínica duriense. A Quinta da Pacheca vai abrir “guest house” no Porto.

“Ser franquiado de Accor Hotels potencia negócio”

Jesus Sesena, Iberia Development Manager Accor Hotels, falou, em entrevista à “Vida Económica” da possibilidade dos hoteleiros portugueses auemntarem a margem de lucro ao aderir ao sistema de franquia da Accor Hotels e aproveitarem as ferramentas que o grupo hoteleiro oferece, revelando números entre os 15,33% aos mais de 100% de aumento de acumulado entre 2014 e 2015.

“Vila Galé quer potenciar ligação entre Porto e Douro”

O grupo hoteleiro Vila Galé pretende desenvolver duas novas unidades hoteleiras em Portugal nos próximos anos . O investimento será feito, segundo afirma Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador da empresa, no Porto e Sintra. Na estratégia comercial da empresa está a interligação entre os destinos Porto e Douro para o mercado nacional e internacional, com uma atenção especial para o segmento do enoturismo.

“Mosteiro de Alcobaça transformado em hotel”

“Terminal de Leixões representa um forte impulso para o sector do turismo”

A Região Norte conta com uma nova estrutura turística que marca a diferença. Trata-se do Terminal de Cruzeiros de Leixões que terá um forte  impacto em termos de encaixe de receita.

“Feeling Grape dinamiza segmento enoturístico e negócios no Porto”

Do Douro para o Porto, os proprietários da Quinta do Pôpa apostaram na criação de um projecto ecoturístico vocacionado para a dinamização do vinho e da gastronomia. O Feeling Gape – Oporto Wine & Food Atelier está localiza num edifício reabilitado no centro da cidade  do Porto e encontrou inspiração nos formatos supper club e underground restaurants, com grande procura nos EUA  e no Reino Unido em que, para além do espaço físico, aposta na criação de uma comunidade de amantes de vinho e gastronomia, tendo por isso uma forte presença nas redes sociais.

“Portugal já é um destino reconhecido de saúde e bem-estar”

O parque termal nacional foi alvo nos últimos anos de um grande investimento na sua requalificação. Em resultado desse esforço, Portugal é já um destino reconhecido pela qualidade das suas infra-estruturas e equipamentos e o sector começa agora a ser distinguido também pelos produtos e serviços de excelência que oferece. Teresa Vieira, presidente da Associação Termas de Portugal, assegura que o “nosso país tem condições para se afirmar como destino de saúde e bem estar por excelência a nível europeu”.

Negócios

“Sonae Capital passa de prejuízos a lucros”

A dona do Tróia Resort passou de prejuízos a lucros nos primeiros seis meses de 2015. Após ter registado um prejuízo de 7,19 milhões entre Janeiro e Junho de 2014, a Sonae Capital registou no mesmo período deste ano um lucro de 860 mil euros.

Jornal de Notícias

“Gaia rejeita, Porto explica-se e Douro Azul afunda cais”

A ideia dos barcos-hotel deixarem de atracar nas ribeiras do Porto e de Gaia, passando para um novo cais, a construir na zona da Lixa, em Gondomar, gerou um verdadeiro terramoto, com autarcas a desdobrarem-se em explicações. No epicentro, Mário Ferreira, proprietário da Douro Azul, que opera aquelas embarcações, e que zurziu duramente no projecto.”Para quê gastar dinheiro se não defende interesses de ninguém?É um contrassenso. Será um elefante branco que não resolve problema nenhum”, afirmou Mário Ferreira.

Público

“Alentejo é a região do país com menos turistas estrangeiros”

O Alentejo é a região de Portugal que alberga proporcionalmente menos turistas estrangeiros. São apenas 30% – três em cada dez – contra cerca de 70% no Algarve ou na zona de Lisboa e 80% na Madeira. Este é apenas um retrato pontual do complexo quadro de disparidades do turismo no país que emerge de números agora compilados pela base de dados Pordata, para os 308 municípios portugueses. A proporção de hóspedes estrangeiros nos estabelecimentos hoteleiros é apenas um exemplo. Seis dos dez municípios com mais hóspedes de fora do país são da Madeira, a começar por Santa Cruz, que está no topo da lista com 84,8%. Funchal, Ponta do Sol, Machico, Calheta, São Vicente e Ribeira Brava são os outros.

“Há uma chuva de candidaturas a património imaterial da humanidade no Alentejo”

Depois da inscrição do cante alentejano na lista da UNESCO, assiste-se a uma profusão de candidaturas com o mesmo objectivo.”Defender o património típico das falsificações que inundam o mercado” foi a motivação apresentada pela presidente da Câmara de Arraiolos, Sílvia Pinto, para salvar uma das maiores referências da arte popular alentejana: o tapete de Arraiolos, que até os chineses já fabricam.

“Decisão sobre legalidade da compra da TAP já está nas mãos do regulador”

Menos de uma semana depois de ter sido nomeado, o novo conselho de administração da ANAC, presidido por Luís Ribeiro, já está a analisar o dossier mais importante do sector:a privatização da TAP.”São as autoridades portuguesas que têm a responsabilidade de avaliar se o investimento realizado na TAP pelo consórcio vencedor cumpre os requisitos relativos à propriedade de controlo das companhias aéreas europeias”, afirmou ao Público um porta-voz da Comissã Europeia.

Correio da Manhã

“Avaria em avião da TAP afecta 80”

Uma avaria na manga de emergência de um avião da TAP não permitiu que cerca de 80 passageiros embarcassem no voo  que fazia a ligação entre o Porto e Rio de Janeiro, Brasil, na Quarta-feira à tarde.

“Velha estalagem, novo hotel”

De uma velha estalagem falida e algo desprezada nasceu um hotel que se tornou num caso singular de aproveitamento turístico de paisagens naturais e praias fluviais. O Hotel Segredos de Vale Manso em Aldeia do Mato, concelho de Abrantes, fica a uma hora de viagem de Lisboa.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.