Volta Nacional: “Bruxelas trava circulação de 115 companhias aéreas”

Volta Nacional: “Bruxelas trava circulação de 115 companhias aéreas”

Jornal de Notícias

“Portugal ainda tem preços acessíveis para os turistas”
“Portugal ainda é um destino barato, sendo o preço de itens sensíveis para o turismo relativamente acessíveis em comparação com outros destinos europeus – hotéis e restaurantes, em particula”. Quem o diz é Tiago Borges, especialista da consultora Mercer. E a tendência é de encarecimento, sendo que a fatura também será suportada pelos portugueses, cujo salário médio está 45% abaixo do rendimento dos europeus.

“Whakaari sepulta mais de 20 turistas”
Como previam os serviços, a erupção aconteceu mesmo, às 2.11 horas de ontem. Na Ilha Branca estariam uns 50 turistas, o número é incerto. Havia um grupo de 30 a 38 pessoas descido do navio cruzeiro Ovation of the Seas.

“Bruxelas trava circulação de 115 companhias aéreas”
Companhias aéreas de Angola, São Tomé e Príncipe e Venezuela integram a “lista negra” das 115 transportadoras proibidas de voar para a UE, divulgada em Bruxelas. Seis integram a lista a título individual, por razões que se devem a problemas de segurança das próprias transportadoras aéreas. São elas a Avior Airlines, da Venezuela, a Iran Aseman Airlines (Irão), a Iraqi Airways (Iraque), a Blue Wing Airlines (Suriname), a Med-View Airlines (Nigéria) e a Air Zimbabwe (Zimbabué).

Público

“PAN quer fim de voos das 0h às 6H em todo o país”
O PAN entrega hoje na Assembleia da República um projeto de lei para interditar os voos noturnos, entre as 0H e as 6H, salvo motivos de força maior, em todos os aeroportos do país. A legislação em vigor já prevê que os movimentos aeroportuários de aviões civis só ocorram a título excecional nesse período.

“Comboios a vapor regressam à Linha do Vouga”
Nos dias 14, 15 e 21 de dezembro um comboio a vapor vai voltar a circular na Linha do Vouga, 19 anos depois de ali se ter ouvido pela última vez o silvar de uma locomotiva.

Negócios

“Governo quer a TAP “com contas novas”
Na TAP “não basta termos novos aviões, novas rotas e novos trabalhadores. Precisamos de contas novas também”. Este foi um dos recados que o secretário de Estado Adjunto das Comunicações. Alberto Souto de Miranda, reservou no passado sábado, nas comemorações dos 90 anos da ANAC, para a administração da companhia aérea nacional. Afirmando esperar que “as más contas sejam circunstanciais”, o responsável quis deixar claro qie o Executivo quer ver a companhia “equilibrada” e garantiu que “nunca a abandonará”.

Jornal i

“CDS quer diminuir número de voos em Lisboa”
O CDS apresentou ontem uma proposta à Câmara Municipal de Lisboa com o objetivo de diminuir, de forma faseada, o número de voos na capital, recorrendo ao novo aeroporto, que deverá ser construído mos próximos anos. O CDS defende que a autarquia deve, antes do mais, “obter, junto da ANAC e da ANA, a garantia do cumprimento da lei na restrição de movimentos aéreos no período noturno por forma a minimizar de imediato os enormes impactos negativos da atividade aeroportuária junto dos residentes e demais população da zona de influência do aeroporto da Portela.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.