Volta Nacional: “Eurovisão. Lisboa espera retorno de 25 milhões de euros”

Volta Nacional: “Eurovisão. Lisboa espera retorno de 25 milhões de euros”

Jornal de Notícias 

“Portugueses fazem mais férias lá fora”

Nunca os portugueses viajaram tanto como no ano passado, altura em que efetuaram um total de 21,2 milhões de deslocações. Nunca tantos fizeram férias no estrangeiro como em 2017: 2,2 milhões de deslocações. E pela primeira vez depois da crise, o principal motivo das deslocações dos viajantes portugueses a outros países foi férias ou lazer, quando, nos últimos cinco anos, foi sempre visita a familiares ou amigos.

“Um Bolhão e um Porto «virados para o futuro»”

O mercado temporário do Bolhão abriu ontem as portas, no Centro Comercial La Vie, com o alto patrocínio do Presidente da República, convidado de honra do presidente da Câmara. “É um espaço muito feliz em termos de arrumação, disposição e de lembrança àqueles que trabalham e trabalharam no Bolhão”, considerou. Mas, mais do que as condições físicas, o chefe de Estado elogiou a “adesão unânime” dos comerciantes a um “Porto virado para o futuro” e realçou um mercado temporário “cheio de turistas mas também cheio de gente do Porto”.

“Maia. Inaugurado voo diário até Nova Iorque”

É inaugurada hoje a nova ligação direta entre o aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, e Newark/Nova Iorque (EUA). Operada pela United Airlines, a ligação diária estará disponível até aos próximos dias de outubro próximo. As partidas em Portugal serão às 12h35 e nos EUA às 21h45.

“Vila Nova de Cerveira. Castelo vai ser entregue a privados”

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, anunciou ontem que o castelo de Vila Nova de Cerveira vai ser alvo de concurso, no próximo mês, para concessão do espaço a investidores privados. Segundo a governante, estão neste momento a ser ultimados os parâmetros do concurso para reativar aquele património, onde até 2010 funcionou a pousada D. Dinis, na mão do grupo Pestana. “Incluímos este imóvel no programa Revive, para dar vida a património fechado e já desenvolvemos todas as peças necessárias para colocar o imóvel a concurso” declarou Ana Mendes Godinho. Desde que o grupo Pestana abandonou a exploração do imóvel, como empreendimento hoteleiro, o castelo tem estado devoluto, com a zona exterior aberta a visitas de turistas durante o dia.

Público

“Observatório acusa Airbnb de fazer lobbying contra interesses das cidades”

Com o relatório “UnfAirbnb”, o Corporate Europe Observatory (CEO) tenta demonstrar quão “injusto” (“unfair”) é continuar a considerar gigantes como a Airbnb ou a Homeway como exemplos da chamada “economia da partilha”. E alerta para a possibilidade de a pressão que os seus representantes têm vindo a fazer junto das instituições europeias estar a impedir que cidades como Berlim, Paris, Barcelona ou Bruxelas avancem com medidas para limitar a sua atuação. Kenneth Haar, ativista do CEO, escreve sobre “a impressionante ignorância dos funcionários da UE” sobre o que se passa nas cidades. A investigação do CEO sobre o modelo Airbnb “mostrou como há verdadeiros proprietários imobiliários a obter grandes lucros nestas plataformas”, mas a UE continua a condicionar os responsáveis das cidades, com “pouca consideração pelos efeitos da expansão desenfreada destas plataformas de alojamento”.

Correio da Manhã

“Eurovisão. Lisboa espera retorno de 25 milhões de euros”

A três dias da Cerimónia de Abertura, Lisboa prepara-se para receber milhares de pessoas para o Festival Eurovisão da Canção 2018. Estima-se em mais de 27 mil o número de pessoas que, até 12 de maio — dia da final –, vão viajar para Portugal para participar no evento europeu de música. Segundo a eDreams, na semana de 7 a 13 de maio, os turistas estrangeiros em Lisboa vão aumentar 37% face ao mesmo período de 2017. No total, 100 mil pessoas vão participar na festa, segundo a Câmara de Lisboa. Com isto, a autarquia liderada por Fernando Medina estima em 25 milhões de euros o retorno financeiro para a cidade.

“Vueling cancela voos”

A Vueling cancelou 232 voos entre hoje e amanhã devido à greve de pilotos, que reclamam melhores salários, 16 dos quais de e para Portugal. Já a Air France prevê manter 85% dos voos de hoje, 12º dia de greve das paralisações em dois meses.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.