Volta Nacional: “Fundos europeus abrem guerra no Douro”

Volta Nacional: “Fundos europeus abrem guerra no Douro”

Jornal i

“TAP. Recurso a empresa externa causa excedente de pilotos”

Excedente de pilotos na Portugália foi o resultado do fim desta marca, que passa a ser TAP Express. Esta situação acontece porque parte dos 17 novos aviões fornecidos pela Azul, empresa brasileira detida por Neeleman, ficarão a ser operados por uma empresa externa, a White – do grupo OMNI, e não pelos pilotos da Portugália.

Expresso

“Chineses desesperam por um visto gold”

Um grupo de cidadãos chineses queixa-se da lentidão excessiva na atribuição dos vistos dourados. Segundo a agência norte-americana Bloomberg, o processo dos vistos gold em Portugal encontra-se paralisado, deixando cerca de quatro mil investidores que adeririam ao programa num “limbo burocrático”.

“ANA suspende compra de lojas e terrenos da TAP”

A ANA está interessada em ficar com a posição que a TAP detém na lojas francas, apurou o Expresso junto de fonte da gestora aeroportuária, a par dos terrenos do chamado “reduto TAP”, que inclui a sede da empresa, escritórios e oficinas localizados junto ao aeroporto. Mas enquanto definição sobre a eventual retoma da maioria do capital da TAP por parte do Estado, a ANA não tomará decisões sobre estes negócios.

“Fundos europeus abrem guerra no Douro”

Não é um barco qualquer este navio-hotel de luxo que os estaleiros navais de Viana do Castelo estão a construir para os australianos da Scenic Luxury Cruises & Tours. Quando a Martifer concluir o navio em março e o “Scenic Azure” partir para o cruzeiro inaugural em abril, estará posta em causa a hegemonia que a Douro Azul do português Mário Ferreira consolidou nas últimas duas décadas em torno do negócio dos cruzeiros fluviais de luxo no rio Douro.

“Novo hotel Meliá no centro de Lisboa”
Nem terreno desocupado há décadas em Lisboa nasce o primeiro hotel de raíz do fundo Discovery.

Público

“Turismo já vale metade das exportações de serviços”

Setor vai fechar o ano de 2015 com um crescimento nas receitas de mil milhões de euros e um peso de 47% nas exportações de serviços. Atividade garante que a balança comercial se mantenha positiva.

Vida Económica

“Empreendedores improváveis conquistam turistas da invicta”

Laura Alves e o marido dedicam-se à gestão executiva da In Porto Gallery Guesthouse. Aberto em abril de 2015, este espaço já conquistou altas pontuações no Booking e atingiu recordes de reservas, provenientes de destinos tão inusitados como Uruguai, Rússia ou Nova Caledónia.

Negócios
“Portugal abaixo da média no número de dias de férias “

Depois da supressão de três dias, Portugal está abaixo da média europeia no número de dias de férias, revela um relatório divulgado esta quinta-feira pela Comissão Europeia. Com os 22 dias de férias que resultaram da revisão do Código do Trabalho de 2012, Portugal passou a estar abaixo da média dos 27 países da União Europeia, de acordo com os dados apresentados num relatório sobre trabalho e emprego divulgado esta quinta-feira, 21 de Janeiro, pela Comissão Europeia.

Económico

“TAP voa para Boston e entra no aeroporto de JFK em Junho”
Uma das primeiras promessas de David Neeleman enquanto accionista da TAP começa a ganhar forma: até Junho chegarão aos hangares da companhia dois novos Airbus A330, aviões que permitirão duplicar a presença da TAP no mercado norte-americano. Para já a companhia avança com os pedidos de autorização para lançar uma ligação para Boston e entrar no aeroporto de JFK, reforçando a operação para Nova Iorque, sabe o Económico. A TAP, que actualmente voa apenas para Newark, quer tirar partido da existência de um ‘hub’ da Jet Blue – companhia aérea fundada por David Neeleman – em JFK, o principal aeroporto nova-iorquino.

Jornal de Notícias

“Porto ameaça abandonar a TAP e recorrer a privados”

“Se a TAP abandona o Porto, o Porto abandona a TAP”. O aviso é de Rui Moreira, que já procura alternativas no mercado privado para os voos, a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, que serão anulados depois da Páscoa: Madrid, Milão, Roma e Barcelona.

SOL
“Governo quer nomear gestores na TAP”

A reversão da privatização da TAP é um dado adquirido pelo Governo. Os acionistas David Neeleman e Humberto Pedrosa estão dispostos a perder a maioria do capital e as negociações que decorrem neste momento já incidem sobre a forma de nomeação dos administradores. Mesmo com a cedência da gestão aos privados, o Executivo quer à mesma poder nomear alguns elementos para os quadros da companhia. O Governo quer “um parceiro privado com capacidade de gestão”; sublinhou Pedro Marques.

“Aeroporto do Montijo mais perto da luz do dia”

Solução deverá avançar em 2018, mas ainda está dependente das negociações entre o Governo e a empresa que gere os aeroportos.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.