Volta Nacional: “Hotel parado há 30 anos custa seis milhões a Lisboa”

by Rita Inácio | 22 Janeiro 2020 10:16

Jornal de Notícias

“Hotel parado há 30 anos custa seis milhões a Lisboa”

A Câmara de Lisboa propõe pagar seis milhões de euros a uma empresa que pedia uma indemnização de 170 milhões, no âmbito de um processo para a construção de um hotel que se arrasta há mais de 30 anos. A proposta sobre a transação judicial entre o município, a Páteo de Campolide e a Soconsferma, que integram o grupo empresarial Fernando Martins ou grupo Altis, é subscrita pela vereadora Catarina Vaz Pinto (PS) e será discutida na reunião privada do Executivo agendada para amanhã.

Jornal i

“Ryanair obrigada a pagar subsídios de férias e de Natal aos trabalhadores”

A companhia aérea Ryanair foi obrigada a respeitar o regime de parentalidade em vigor em Portugal, “depois de uma série de violações em matérias parentais”. O anúncio foi feito pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) que considera assim que “apesar da demora”, começam “finalmente a ver resultados dos esforços realizados para conquistar os direitos dos tripulantes de cabine da Ryanair/Crewlink”. Esta não foi a principal vitória indicada pelo sindicato que destaca ainda que o Tribunal da Relação de Lisboa condenou a companhia aérea a pagar a um funcionário despedido sem justa causa.

“Receitas do Vila Galé atingem 197 milhões”

O Grupo Vila Galé alcançou um volume de negócios de 197 milhões de euros no ano passado, um valor que representa um aumento de 7% face ao ano anterior. Nos 25 hotéis em Portugal, as receitas totalizaram 115 milhões de euros, valor que é também superior aos 112 milhões do ano anterior, explicou o grupo em comunicado. No ano passado, contabilizaram-se cerca de 1,9 milhões de dormidas.

Correio da Manhã 

“Ronaldo e Grupo Pestana. Hotel em Madrid”

O futebolista Cristiano Ronaldo e o grupo hoteleiro Pestana vão abrir este verão, no centro de Madrid, um hotel com 168 quartos que envolveu um investimento partilhado de 15 milhões de euros. O anúncio foi feito pelo diretor de desenvolvimento do grupo hoteleiro, José Roquette.

“Companhia easyJet. Mais passageiros”

A easyJet transportou 22,2 milhões de passageiros no 4.º trimestre de 2019, mais 2,8% homólogos, beneficiando do colapso da Thomas Cook.

Nota informativa: O ambitur.pt[1] não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.

Endnotes:
  1. ambitur.pt: https://www.ambitur.pt

Source URL: https://www.ambitur.pt/volta-nacional-hotel-parado-ha-30-anos-custa-seis-milhoes-a-lisboa/