Volta Nacional: “Milhares de piscinas de hotéis e alojamento local sem fiscalização”

Volta Nacional: “Milhares de piscinas de hotéis e alojamento local sem fiscalização”

Jornal de Notícias

“Milhares de piscinas de hotéis e alojamento local sem fiscalização”

Há precisamente um ano discutia-se a segurança das piscinas em empreendimentos turísticos. O motivo não podia ser o pior. Duas crianças, uma britânica e outra belga, tinham perdido a vida em piscinas — uma num alojamento local, em Azeitão; outra num resort, no Algarve. Já precisamente um ano o JN noticiava que a fiscalização destas piscinas, e respetivo regime contraordenacional, estava por legislar. Passado um ano, voltamos a questionar e ficamos a saber que está tudo na mesma. Em causa está a lei n.º 61/2017, de 1 de agosto, que veio desobrigar os empreendimentos turísticos da contratação de nadadores-salvadores para as suas piscinas com acesso condicionado.

“Viagens entre continente e ilhas custam 200 milhões em 4 anos”

Os gastos com o apoio a viagens entre o continente e as ilhas tem escalado nos últimos anos. A fatura paga pelo Estado já toca nos 200 milhões de euros. A maior subida verificou-se entre 2015 e 2016 quando, segundo os cálculos do JN/Dinheiro Vivo, o valor pago por viagens entre as ilhas e o continente subiu 170% para 46 milhões de euros. (…) Pedro Nuno Santos, ministro da tutela, alerta que o avanço da despesa entre 2015 e 2018 não se justifica apenas pelo aumento do tráfego de passageiros, uma vez que está só avançou 12,5%. O ministro anunciou a existência de fraudes e detalhou que está sob investigação a eventual prática de “preços inflacionados praticados pelas agências, faturas falsas que chegam aos CTT e viagens de encaminhamento que nunca se chegam a realizar”.

“Turismo do Algarve quer laranja como cartão de visita”

Colocar a laranja na ementa dos turistas e usar quem visita o Algarve para promover a sua exportação é o objetivo de uma ação conjunta entre o Turismo do Algarve e a direção de Agricultura, avançaram os responsáveis daquelas duas entidades. Em declarações à agência Lusa, o presidente da Região do Turismo do Algarve (RTA), João Fernandes, afirma que é essencial integrar na oferta do turismo a laranja do Algarve como valor acrescentado, “seja num pequeno almoço, numa sobremesa ou mesmo em sumos, na hotelaria ou na restauração”.

“Turistas portugueses rendidos a Chernobyl”

Está marcada para outubro a primeira viagem organizada e autorizada pelo Governo ucraniano de turistas portugueses a Chernobyl, a cidade onde há 33 anos explodiu um reator da central nuclear. Nos últimos anos, vários portugueses foram por conta própria ou inseridos em grupos estrangeiros a Pripyat, a localidade onde viviam 50 mil pessoas e que é agora uma cidade-fantasma.

“Serra do Pilar renasce com hotéis e passadiços”

Dois hotéis, dois passadiços e a requalificação da capela do Senhor d’Além, numa receita que ultrapassa os 21 milhões de euros, vão dar uma nova vida à Serra do Pilar, em Gaia. Graças ao constante aumento do turismo, a zona, há tempos esquecida por muitos, é vista como “mina de ouro”.

Jornal i 

“TAP. Tripulantes dos novos A330neo admitem greve”

Os novos aviões Airbus A330neo da TAP continuam a dar que falar. As primeiras notícias sobre os enjoos, vómitos, mal-estar e tonturas de passageiros e tripulantes que viajam nestes aviões começaram a surgir em fevereiro e, ao que parece, nada mudou. Neste sentido, os tripulantes dos novos aviões equacionam fazer greve. “Caso a TAP não mostre garantias de que o problema pode ser resolvido em pouco tempo seremos obrigados a ponderar a convocação de uma greve”, lê-se no comunicado do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), divulgado pelo DN/Dinheiro Vivo.

“Hong Kong. Manifestantes tentam trazer para o seu lado turistas chineses”

Dezenas de milhares de pessoas marcharam em Hong Kong este domingo, passando pelos bairros mais turísticos da cidade — muitos populares entre os visitantes da China continental — em direção à estação de Kowloon, que liga a península semiautónoma de Hong Kong ao resto da China. “Queremos mostrar os nossos protestos pacíficos e ordeiros aos visitantes continentais, porque a informação é muito bloqueada na China continental”, explicou à Associated Press um dos organizadores da marcha, Ventus Lau.

“Boeing perde encomenda de Arábia Saudita”

A operadora aérea low-cost saudita, a flyadeal, cancelou uma encomenda de 30 Boeing 737 Max, no valor de mais de cinco mil milhões de euros, com opção de compra de outras 20 aeronaves. A decisão surge depois de dois desastres aéreos com aviões deste modelo, na Indonésia e na Etiópia, que causaram 346 mortes. Desde então que os Boeing 737 Max têm ficado em terra.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.