Volta Nacional: “Regresso ao passado. O Palácio Nacional de Queluz voltou a ser azul”

Volta Nacional: “Regresso ao passado. O Palácio Nacional de Queluz voltou a ser azul”

Jornal i

“Regresso ao passado. O Palácio Nacional de Queluz voltou a ser azul”

As últimas pinceladas estão a ser dadas e do antigo tom rosado já só restam fotografias. Num exercício de “resgate da verdade”, as tais últimas pinceladas tentam recriar as alvenarias do Palácio de Queluz como seriam aquando da sua construção, recuperando, acreditam os investigadores, o azul original.

“Lisboa. As três cores do Terreiro do Paço”

A praça mais icónica de Lisboa – Terreiro do Paço ou Praça do Comércio, conforme o gosto – apresenta hoje em dia um forte e característico amarelo ocre, que se pensa ser a sua cor original. No decurso da história, no entanto, os edifícios que enquadram a praça já foram pintados pelo menos de outras duas cores: verde-água e rosa-velho. A discussão atravessou os séculos.

 

Público

“Um novo altar para o Papa e a barragem de Souto Moura”

O santuário de Fátima tem um novo altar, a pensar no centenário das Aparições e na visita do Papa Francisco, e Álvaro Siza verá concluída a sua igreja em Rennes; a Casa da Arquitetura vai abrir em Matosinhos e o Museu dos Coches terá finalmente um circuito expositivo; Carrilho da Graça acaba o Terminal de Cruzeiros e a obra no Campo das Cebolas, em Lisboa; Souto Moura, por sua vez revelará a arquitetura subterrânea da Barragem Foz-Tua. Será este o ano da retoma da arquitetura? Talvez seja ainda cedo para antever um cenário otimista.

 

Correio da Manhã

“Forte da Consolação em obras”

O Forte de Nossa Senhora da Consolação (Peniche) vai ser requalificado: as obras vão custar cerca de 500 mil euros. O concurso público para a empreitada de obras já foi publicado e prevê trabalhos de alvenarias, revestimentos de paredes, tetos e pavimentos, carpintarias, instalação de equipamentos, entre outros trabalhos.

“Mosteiro faz visita adaptada”

O Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, associa-se hoje às comemorações do Dia Mundial do Braille e promove uma visita adaptada com apoio de guia desdobrável em braille e exploração táctil de peças para cegos.

 

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.