Volta Nacional: “Rita Marques: «Estamos a crescer bastante mais do que Espanha e Grécia»”

Volta Nacional: “Rita Marques: «Estamos a crescer bastante mais do que Espanha e Grécia»”

Diário de Notícias

“Paço Real de Caxias novamente em concurso público no Revive”
Edifício classificado, já em mau estado de conservação, deveria ter sido requalificado para estabelecimento hoteleiro, mas a anterior concessão acabou revogada.

Negócios

“Gregos compram negócio da Hertz em Portugal”
A grega Autohellas comprou a HR Automóveis, master franchise da gigante norte-americana do rent-a-car Hertz em Portugal. O acordo vinculativo para a aquisição de 90% do capital da empresa portuguesa foi firmado na passada segunda-feira e prevê o pagamento de 31,5 milhões de euros. A este valor poderá ainda acrescer um montante de até 7,5 milhões de euros caso a HR Automóveis cumpra “alguns objetivos de rentabilidade” no período 2022-2024, explica Duarte Guedes, CEO da empresa portuguesa. O responsável indicou que a retoma do turismo tem impulsionado o negócio este ano.

Jornal i

“NAV. Período excecional para voos noturnos”
A NAV quer o alargamento do horário dos voos em Lisboa, para o período noturno, entre 18 de outubro e 29 de novembro, devido à implementação do novo sistema de controlo Top Sky. O objetivo não é aumentar o volume do tráfego mas sim distribuir os voos ao longo de mais horas, permitindo assim a atualização do sistema de controlo de tráfego aéreo.

Público

“Mês de julho traz sinais de reanimação da economia portuguesa”
Indicador de atividade económica do BdP dá sinais de retoma, atenuando cenário de recessão técnica no terceiro trimestre.

“Lufthansa contrata 5000 pessoas face à recuperação do mercado”
A Lufthansa anunciou ontem que vai recrutar 5000 trabalhadores até ao final do ano, de modo a conseguir responder à rápida recuperação do setor depois dos efeitos adversos da pandemia. A empresa destaca a necessidade de pilotos e tripulantes de cabina para a Eurowings e a Eurowings Discover, para as áreas de manutenção e de catering, bem como para pessoal de terra.

O Jornal Económico

“Receitas do turismo previstas para 2024 já este ano, mas há riscos”
O turismo está em rota de recuperação. As receitas estão a crescer à boleia do forte apetite de portugueses e estrangeiros em viajar, havendo a expectativa entre as entidades ouvidas pelo JE de que, mais do que chegar a níveis pré-pandémicos, venham a ficar próximas de valores apenas previstos para 2024. Há, contudo, obstáculos que podem vir a travar o bom momento para o setor, nomeadamente a escassez de mão-de-obra e a ameaça de inflação elevada.

“Rita Marques: «Estamos a crescer bastante mais do que Espanha e Grécia»”
O turismo em Portugal está a crescer mais do que em Espanha, Grécia ou Croácia, diz Rita Marques, secretária de Estado do Turismo. Em declarações por escrito ao JE, garante que o Governo está atento ao impacto da inflação elevada no setor e preparado para adotar mais medidas para mitigar o efeito dos preços nas empresas. A governante diz: “Os resultados revelam uma recuperação acima da verificada na Europa em termos globais (36% abaixo de 2019 nos primeiros cinco meses do ano). em termos dos principais destinos concorrentes, de acordo com o barómetro da OMT, os resultados de Portugal estão em linha com a Turquia (-11% face a 2019) e bastante melhores do que Espanha, Grécia ou Croácia (ainda 20% abaixo de 2019 nos primeiros cinco meses do ano)”.

Expresso

“Turismo afasta cenário de recessão”
Inflação e subida dos juros ameaçam consumo e investimento. Mas segundo Pedro Brinca, economista e professor da Nova SBE, o turismo vai ser a peça-chave na evolução da economia portuguesa no terceiro trimestre. As entidades do setor têm dado indicações positivas sobre o comportamento do turismo em Portugal este verão. É o caso da AHETA que avança que em julho a taxa de ocupação média/quarto na região ficou 1% acima do registado no mesmo mês de 2019, o melhor ano de sempre do turismo no país. O presidente da associação, Hélder Martins, diz que “considerando a informação que estamos a ter, essa tendência irá manter-se” no resto do verão, falando em “perspetivas muito positivas” para o terceiro trimestre. Também “os sinais das reservas abrem boas perspetivas para o quarto trimestre”.

“Portugal tornou-se magnético para os turistas americanos”
A Delta Air Lines, uma das maiores companhias aéreas do mundo, estreou-se em Portugal e o entusiasmo não poderia ser maior. O interesse da companhia traduziu-se num aumento da oferta em 22% face ao verão de 2019, com a abertura, no início de junho, da rota de Boston, um destino que se vem juntar a Nova Iorque. Serão realizados voos diários. “Portugal tornou-se verdadeiramente magnético para os turistas americanos mas os portugueses também estão a visitar mais os EUA. Os números da procura cresceram”, diz Nicolas Ferri, vice-presidente da Delta para a Europa.

“Estamos a par da situação da TAP”
A Delta tem sido um agente ativo na consolidação nos EUA e está sempre atenta ao que se passa na Europa. Na altura em que a TAP estava nas mãos de David Neeleman, a gigante norte-americana foi dada como uma potencial candidata à compra de uma participação na transportadora portuguesa. “Estamos a par da situação da TAP mas não temos qualquer comentário a fazer a esse propósito”, afirmou Nicolas Ferri. O gestor lembrou que “historicamente, a Delta tem estado muito ativamente envolvida em processos de consolidação, nomeadamente nos EUA”.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.