Volta Nacional: “Ryanair e a EasyJet contra aumentos prejudiciais ao turismo”

Volta Nacional: “Ryanair e a EasyJet contra aumentos prejudiciais ao turismo”

Jornal de Notícias

“Ryanair e easyJet contra aumentos prejudiciais ao turismo”

O braço de ferro entre as companhias aéreas e a ANA – Aeroportos de Portugal, detida pela francesa Vinci, agravou-se e a discussão subiu de tom. A gestora dos aeroportos nacionais disse que o “ajustamento tarifário” em Lisboa e no Porto em 1,63% e 1,01%, respetivamente, nos últimos dois meses do ano, está quém daquilo que o contrato de concessão possibilita.

“Habitação e turismo exigem mais casas e camas”

O presidente da Câmara vianense apelou ontem aos investidores privados para que invistam no setor imobiliário naquele município, que atualmente apresenta um saldo negativo acentuado, face à procura nas áreas da habitação e alojamento turístico.

“Circuito turístico de autocarro grátis”

O miniautocarro municipal “ScalaBusIn.Str” circula desde ontem no Centro Histórico de Santarém. As viagens, gratuitas, decorrem de quarta a domingo, até 2 de setembro. Começam as 10, 11 e 12 horas no Jardim da Liberdade e  terminam na rodoviária.

Correio da Manhã

“Grave da Ryanair sem impacto”

O Sindicato nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil adiantou ontem que a greve dos pilotos da Ryanair na Irlanda, marcada para esta quinta-feira não terá grande impacto em Portugal porque os aviões têm base no país.

“Aeroporto de Lisboa: recorde de queixas”

Cresce o volume de passageiros e movimentos no aeroporto de Lisboa e aumenta o número de queixas. Só no ano passado as reclamações sobre o funcionamento do aeroporto cresceram 14% face ao ano anterior. O Governo falha a vários níveis, basta pensar no caso do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, responsáveis por filas imensas, ou no impasse incompreensível relativamente à construção do aeroporto complementar.

Jornal de Negócios

“TAP avança com pré-reformas”

A TAP abriu ontem um programa de pré-reformas parta tripulantes de cabine e trabalhadores de terra, com idade a partir de 57 anos, sendo que apenas quem tem a partir de 63 anos receberá a totalidade de remuneração, segundo uma cricular enviada aos trabalhadores.

Jornal i

“Rendas das casas aumentam 13%”

As rendas das casa em Portugal aumentaram 13% no 1º trimestre de 2018 face a igual trimestre do ano passado, revelou a Confidencial Imobiliário. Esta é a subida mais acentuada dos últimos oito anos, refletindo a tendência de crescimento das rendas que se verifica desde 2016 e que acentuou nos último ano, com aumentos em torno dos 10%.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.