Volta Nacional: “Sete municípios concentram metade dos Airbnb em Portugal”

Volta Nacional: “Sete municípios concentram metade dos Airbnb em Portugal”

Expresso

“Sete municípios concentram metade dos Airbnb em Portugal”

Sete dos 308 municípios portugueses concentram metade de todas as propriedades registadas na plataforma de alojamento local Airbnb. Mas a concentração deste mercado de aluguer de curta duração não é só geográfica, já que um décimo de todas estas propriedades está nas mãos de apenas 0,25% dos proprietários. Estes são alguns dos dados revelados pelo novo livro “A Airbnb em Portugal”. (…) O balanço mostra que o número de propriedades registadas na plataforma Airbnb subiu de apenas oito em 2009 para mais de 140 mil em outubro de 2018, aquando da entrada em vigor da nova lei de alojamento local. O destaque vai para Lisboa (31.866 propriedades), Porto (13.285), Albufeira (6927), Loulé (5473), Cascais (4430), Lagos (4286) e Portimão (2654). Os investigadores revelam ao Expresso que só estes sete municípios concentram 49,9% do total de propriedades listadas na Airbnb, isto quando a sua área não chega a 1,7% do território nacional.

“Foz Côa vai ter hotel temático”

O Foz Côa Story House “será um hotel com dez quartos, mas também uma montra dos produtos do concelho: vinho, azeite, amêndoa e xisto, aliados a uma forte componente didática que, funcionarão como atrativos turísticos”, defende David Silva, o arquiteto responsável pelo projeto que venceu o concurso de ideias lançado pela autarquia.

“TAP ainda sonha chegar à Bolsa em 2020”

A hipótese de a TAP se estrear em Bolsa no final de 2020 não está totalmente excluída. Houve inclusive, sabe o Expresso, um contacto informal por parte de representantes de um dos acionistas privados, o norte-americano David Neelman, junto do Conselho de Administração da companhia de bandeira portuguesa para saber se haveria abertura para que a operação se fizesse, caso estivessem reunidas as condições. Isto é, se a TAP apresentasse resultados que a tornassem uma companhia atrativa para os investidores.

“CDS quer pôr travão a excesso de voos em Lisboa”

Preocupado com o aumento da poluição ambiental e sonora e com os riscos de segurança associados ao crescimento do tráfego aéreo em Lisboa nos últimos anos, o CDS vai entregar hoje uma proposta para debate em Assembleia Municipal cujo objetivo é travar os “excessos” que irão resultar da expansão do Aeroporto Humberto Delgado, em termos de movimentos por hora.

Jornal de Notícias

“Supremo chumba alojamento local em condomínio”

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) proibiu o uso de habitações para alojamento local (AL) num condomínio de luxo, no Porto, que havia sido considerado legal pelo Tribunal da Relação do Porto, contra a vontade de outros moradores. Valeu aos queixosos o facto de o título constitutivo do edifício, que define as regras das áreas comuns e das frações autónomas, já proibir a prestação de serviços nas frações destinadas à habitação. O STJ critica o legislador por ainda não ter resolvido o problema.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.