Volta Nacional: “Sindicatos espanhóis preparam processo contra Ryanair”

Volta Nacional: “Sindicatos espanhóis preparam processo contra Ryanair”

Negócios:

“Sindicatos espanhóis preparam processo contra Ryanair”

O Sindicato Indepenedente de Tripulantes de Cabine de Passageiros de Companhias Aéreas (Sticpla, em espanhol) e a organização sindical USO deverão interpor, no início de Setembro, um processo, em Espanha, contra a Ryanair. De acordo com a imprensa espanhola, os sindicatos estão a preparar um processo por incumprimento dos serviços mínimos decretados na greve de tripulantes de julho, que também abrangeu os trabalahdores das bases de Portugal, Itália e Bélgica.

“Emprego no imobiliário duplica em três anos”

A indústria trasnformadora e o turismo (alojamento e restauração) foram dois setores que mais empregos criaram. Seguem-se a educação e a saúde. Esta análise contempla apenas os trabalhadores por conta de outrem.

Expresso:

“Agências podem perder até 100 milhões de euros com compras do estado na internet”

Cerca de 200 agências de viagens poderão ter o negócio afetado com a lei que entrou em vigor em julho, permitindo aos organismos do Estado comprar voos e alojamentos pela internet sem ter de ontratar estes serviços às agências. Segundo a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e de Turismo (APAVT), as compras de bilhetes de avião e de alojamentos hoteleiros por parte do organismo do Estado atingem um negócio anual “superior a 50 milhões de euros e próximo dos 100 milhões”, mas o impacto ainda não foi sentido por parte das empresas, até porque a nova lei não impõe este sistema em exclusivo.

Sol:

“Vila Galé distinguido pelos … trabalhadores” 

O grupo hoteleiro Vila Galé ficou em 1.º lugar no índice de Empresas 2017, na categoria de mais de mil colaboradores. Este prémio baseia-se no estudo da Neves de Almeida Consulting, em parceria com o ISCTE, e destina-se a distinguir as empresas que mais valorizam os trabalhadores.

“TAP quer cobrar o governo”

A Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) decidiu acabar com as viagens gratuitas para os membros do Governo, nas deslocações oficiais. No entanto, a companhia aérea ainda está em fase de negociações com o Ministério dasInfraestrutura, de modo a encontrar uma solução justa para amabas as partes.Uma das propostas apresentadas pela TAP passa por cobrar tarifas especiais ou pacotes de desconto, por se reger pelas regras do privado.

“TAP debaixo do fogo”

O Estado conseguiu a maioria do capital, mas têm sido os privados  a assumir os comandos. Com o número de atrasos e cancelamentos a aumentar, muitos questionam a gestão.

Jornal I:

“Portugueses viajam cada vez mais”

Um estudo TGI, da Marketest, revela que um em cada quatro portugueses viajou de avião no último ano. No total 24,7% fizeram alguma viagem entre julho do ano passado e o mesmo mês deste ano.

 

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.