Volta Nacional: “Taxa turística de 1,5 euros em Faro de março a outubro”

Volta Nacional: “Taxa turística de 1,5 euros em Faro de março a outubro”

Jornal de Notícias:

“Taxa turística de 1,5 euros em Faro de março a outubro”

A Câmara de Faro quer implementar uma taxa turística de 1,5 euros por dormida, a cobrar entre março e outubro, estimando uma receita anual de cerca de 500 mil euros, disse ontem fonte da Autarquia. Segundo o projeto de regulamento, a taxa municipal turística de 1,5 euros7 dormida é devido pelas dormidas remuneradas em empreendimentos turísticos ou estabelecimentos de alojamento local, localizados na área geográfica do município, por noite, até ao máximo de sete noites seguidas por pessoa com idade igual ou superior a 13 anos e por estadia.

“Várias mudanças no trânsito do Centro Histórico”

A Câmara do Porto vai aproveitar as alterações ao regulamento de utilização do parque de estacionamento da Alfandega para proceder a mudanças na mobilidade da zona histórica. Os autocarros turísticos apenas poderão circular à cota baixa e muitas ruas passarão a ter os sentidos alterados, para fomentar maior fluidez de trânsito.

“Novo líder do Turismo do Porto e Norte quer reerguer a entidade”

O novo presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal (TPNP), Luís Pedro Martins, quer unir a região e “reerguer e credibilizar” aquela entidade, traçando assim os objetivos para o mandado de cinco anos que ontem iniciou.

“Batismo de navio de cruzeiros”

O novo navio de cruzeiros Mein Schiff 2 vai ser batizado em Lisboano sábado, a primeira cerimónia do género realizada num porto português. Após o batismo haverá fogo de artifício, às 22h10, visível da frente ribeirinha.

“Hotel de cinco estrelas no Quartel da Graça”

Na edição de ontem do JN escrevemos erradamente que o Governo  vai investir 30 milhões de euros na recuperação do Quartel da Graça para ser transformado num hotel de cinco estrelas. O investimento ficará a cargo da empresa que ganhar a concessão por um período de 50 anos. Pedimos desculpa pela falha.

Público:

“Clientes da Germania terão preços especiais”

Os passageiros que foram afetados pelo fim da companhia aérea Germania vão poder regressar ao seu destino através de tarifas especiais negociadas entre o regulador alemão e cinco companhias aéreas. EasyJet, Lufthansa, Condor, Eurowings e TUIfly.

 Negócios:

“Privados queriam TAP já na bolsa. Estado trava intenção”

Os acionistas privados da TAP, reunidos na Atlantic Gateway, queriam antecipar a dispersão em bolsa do capital da companhia aérea, mas o Estado entendeu não haver uma razão forte para avançar com uma operação que considera que só em 2021 ou 2022 deverá ter lugar.

“Companhia aérea mudou de rota em três anos”

Em três anos, a TAP cresceu em clientes e em frota, apostou em novos mercados menos instáveis, com os EUA, recuperou quota em Lisboa e reverteu os prejuízos crónicos da Manutenção Brasil.

“TAP quer resolver definitivamente o desafio da pontualidade”

A falta de pontualidade está a ter custos para a TAP e resolver definitivamente o problema é objetivo da gestão. Para a companhia, o desafio é também crescer num aeroporto de Lisboa saturado.

 

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Internacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.