Volta Nacional: “Turismo com 20 milhões para Valorizar Portugal”

Volta Nacional: “Turismo com 20 milhões para Valorizar Portugal”

Negocios

“Turismo com 20 milhões para Valorizar Portugal”

O programa Valorizar terá 20 milhões de euros para, até 2020, apoiar o investimento na qualificação e melhoria do destino Portugal. Serão criadas linhas de apoio para os problemas concretos do setor, das quais duas vão já arrancar. Cada projeto pode receber até 200 mil euros, num bolo de cinco milhões, uma linha de apoio que quer adaptar a oferta para pessoas com mobilidade reduzida. Além disso, pretende-se instalar projetos de internet sem fios gratuita (wi-fi) nos centros históricos das cidades e espaços públicos com maior fluxo de turistas.

 

“Web Summit coloca Portugal no mapa”

Mais de 50 mil pessoas vão estar em Lisboa, entre 7 e 10 de novembro para assistir a um dos maiores eventos de empreendedorismo do mundo: o Web Summit. Uma janela para promover, através destes visitantes, o país além fronteiras e aumentar a sua notoriedade, defende o Governo. “É um momento único para mostrar ao mundo aquilo que Portugal é”, posicionou a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

 

Jornal Económico

“Hotéis de Lisboa em alta à espera da Web Summit”

Do total dos inquiridos das unidades hoteleiras de Lisboa pela AHP – Associação dos Hotéis de Portugal, 71% responderam que irão ter uma taxa de ocupação melhor que em 2015. Também 92% responderam que o preço médio também será melhor. Do total da área metropolitana de Lisboa, 81% considera que a Web Summit terá um impacto positivo no preço médio por quarto ocupado, e 64% na taxa de ocupação. Do total de reservas já efetivas, os hoteleiros indicam que mais de metade (57%) são participantes do evento. Os hotéis da cidade de Lisboa esperam uma taxa de ocupação quarto de 85% e um preço médio de 163 euros, enquanto os da área metropolitana esperam uma taxa de ocupação de 78% e um preço médio de 150 euros.

 

Público

“Programa para qualificar turismo nacional arranca com 20 milhões de euros”

O Governo já decidiu como pretende gastar as receitas do Turismo de Portugal obtidas com as contrapartidas das concessionárias de zonas de jogo: aproveitar esse dinheiro para valorizar e qualificar o destino Portugal. Mas o objetivo é mais amplo e, além da qualificação, pretende-se promover a desconcentração geográfica da procura e a redução da sazonalidade. Estes são os princípios gerais do programa Valorizar, que arranca com uma dotação global de 20 milhões de euros e que terá a função definida em função da execução que venha a demonstrar, segundo a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

 

“Taxa turística de Lisboa deve render 11 milhões mesmo sem as chegadas”

A câmara de Lisboa pretende arrecadar este ano, 11 milhões de euros, através da Taxa Municipal Turística, que é cobrada a quem pernoita em empreendimentos turísticos. A ser assim, o município ficará a 4,7 milhões da verba que tinha inscrito no orçamento para 2016, apesar de a componente relativa às chegadas ainda não ter saído do papel.

 

“Acordo entre TAP e Brussels Airlines violou regras”

A Comissão Europeia decidiu levantar objeções ao acordo comercial celebrado entre a TAP e a Brussels Airlines, por considerar que a partilha de voos entre as duas companhias “restringia a concorrência entre ambas, em violação das regras ‘antitrust’ da União Europeia”.

 

Jornal I

“Bruxelas ameaça TAP com multa que pode chegar aos 240 milhões de euros”

Bruxelas considera que a TAP e a Brussels Airlines restringiram a concorrência com a parceria que fizeram – ambas as companhias passaram a transportar passageiros cujos bilhetes tinham sido emitidos por uma das transportadoras. Normalmente, este tipo de parcerias não levanta problemas de concorrência, mas, neste caso, Bruxelas entende que poderão ter sido violadas regras da União Europeia. A verdade é que, a confirmar-se, pode estar em causa uma multa milionária para ambas as companhias, que pode chegar a 1’% das receitas anuais. Contas feitas, pode significar o pagamento de cerca de 240 milhões de euros.

 

Jornal de Notícias

“Mais viagens para o estrangeiro”

Os portugueses fizeram menos 1,2% de viagens no segundo trimestre deste ano e de menor duração (79,6% até três noites), mas aumentaram as viagens ao estrangeiro (+1,3% para 10,7%), sendo este o destino de um quarto das viagens de negócios. Mais de metade (51,1%) das viagens ao estrangeiro foram de lazer.

 

“Hoje há decisão sobre o hostel de S. Bento”

A Sociedade de Reabilitação Urbana Porto Vivo reúne hoje para decidir se levanta o embargo das obras no hostel previsto para a estação de S. Bento, no Porto.

 

Correio da Manhã

“Greve não afetou voos”

A greve de ontem dos seguranças e dos vigilantes privados não teve impacto nos aeroportos nacionais. Não houve voos cancelados, nem se registaram filas de passageiros, garantiu a ANA. Os vigilantes reivindicaram aumentos salariais e a melhoria das condições de trabalho.

 

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.