Volta Nacional: “Turismo responde por dois terços do PIB deste ano”

Volta Nacional: “Turismo responde por dois terços do PIB deste ano”

Negócios

“Turismo responde por dois terços do PIB deste ano”
O turismo vai ser responsável por dois terços do crescimento do PIB previsto pelo Banco de Portugal para este ano. A instituição aponta para uma expansão do PIB de 6,3%, uma revisão em alta face à estimativa de março de 4,9%. As exportações voltam assim a puxar pelo crescimento. Esta expectativa baseia-se num 1º trimestre forte de turismo e os meses de abril e maio parecem também manter esta dinâmica.

Jornal i

“Férias. Ideia de arrendar casa ganha terreno mas cuidado com as burlas”
Numa altura em que a maioria dos portugueses já estão em contagem decrescente para ir de férias, a ideia de arredar uma casa para esse período tem vindo a conquistar cada vez mais pessoas que, na maioria dos casos, recorrem à internet como uma espécie de tábua de salvação. A fórmula é simples: a oferta é variada, assim como os preços.

Jornal de Notícias

“Trabalhadores da aviação em plenários”
O Sintac disse ontem que se atingiu “o limite do aceitável” na negociação do Acordo de empresa da ANA-Aeroportos de Portugal, tendo já iniciado plenários e reuniões para “definir ações”.

Público

“Travão ao alojamento local pode afetar quase 60% do mercado em Portugal”
Aos administradores de condomínios têm chegado alguns pedidos de condóminos para que seja discutida a prática de alojamento local nos prédios onde residem, tendo em conta o acórdão do Supremo Tribunal de Justiça que estabeleceu que não é permitida a realização de AL em prédios destinados à habitação. Partidos avançam com iniciativas para mexer na lei no Parlamento, mas efeitos podem demorar meses a chegar ao terreno. Acórdão do Supremo abrange esmagadora maioria dos 66 mil apartamentos que estão destinados a Al.

“ALEP: Problema do acórdão reside mais na incerteza que cria”
O presidente da ALEP, Eduardo Miranda, diz que recebeu poucos pedidos de apoio ligados à sentença do Supremo Tribunal de Justiça. O “complicado do acórdão”, diz, “é dar margem a processos que podem resultar em cancelamento de registos de AL sem que haja sequer qualquer indício de problemas”.

Diário de Notícias

“Aeroportos. Tempos de espera regularizados”
O Ministério da Administração interna anunciou ontem que, depois de dias em que os tempos de espera foram superiores ao normal, a situação está agora “normalizada”. EM comunicado, explica que “tendo em conta as medidas” no plano de contingência anunciado a 31 de maio, houve “uma substancial redução no tempo destinado ao controlo dos passageiros”.

Expresso

“Portugueses com ganas de viajar este verão (mas de olho na inflação)”
Os portugueses estão entre os europeus com mais vontade de viajar e estão, para tal, dispostos a gastar mais dinheiro face a 2021, nas férias de verão deste ano, o primeiro já praticamente sem restrições de movimentação relacionadas com a Covid-19, conclui um estudo da Ipsos e da Europ Assistance, que auscultou as intenções de 15 países em todo o mundo, numa amostra de 1000 residentes, entre 26 de abril e 16 de maio.

“O início de um turismo melhor”
Com todos os recursos aplicados no esforço de recuperação dos impactos da economia, que este verão vai ser crítico, e com problemas associados à guerra na Ucrânia, as empresas turísticas começam timidamente a mergulhar num novo desafio: alcançar a sustentabilidade ambiental, social e de governação a partir de uma estratégia de ESG. O futuro, que Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, sintetiza como “o início de um turismo melhor” já começou e o setor é orgulhosamente pioneiro em Portugal.

“PT2020: Anulados 10% dos projetos turísticos”
Quantos projetos aprovados pelo Portugal 2020 antes da pandemia não chegaram a arrancar ou o empresário desistiu entretanto? “Até ao momento, foram anuladas 183 operações das 1868 aprovadas, o que corresponde a cerca de 9,8% do universo em causa”, diz fonte oficial do ministério da Economia e do Mar, que tutela o Turismo de Portugal. Os dados reportam-se a final de maio, a ano e meio do encerramento deste quadro comunitário, no final de 2023. Desde o arranque do Portugal 2020, o Turismo de Portugal tramitou cerca de 1500 candidaturas de inovação produtiva. E um financiamento de 427 milhões de euros foi aprovado para 364 desses projetos, para alavancar 1095 milhões de euros de investimento.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.