Volta Nacional:“Aposta das low cost em Portugal afeta rentabilidade da aviação”

Volta Nacional:“Aposta das low cost em Portugal afeta rentabilidade da aviação”

Jornal de Notícias

“Rali de Portugal passa em maio pelos Aliados”

Em 2010 foi só um aperitivo. Uma demonstração com nove carros a acelerar na Baixa, mas sem qualquer veretente competitiva. Agora, os motores vão roncar sério. Este ano, é para valer. No próximo dia 20 de maio, o rali de Portugal vai ter pela primeira vez uma prova competitiva em pleno centro do Porto. E com direiro a nome próprio e tudo. Será a “Porto Street Stage”, elucida a
Câmara do Porto.

Correio da Manhã

“Lisboa lança obras em 160 arruamentos”

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, prevê que venham a ser iniciados este ano os trabalhos de reparação de 160 arruamentos, num investimento de 16 milhões de euros.

Negócios

“Começar 2016 fora de casa foi desejo realizado”
As estadas dos hotéis portugueses e as vendas de viagens registaram um aumento no período de Natal e Ano Novo do último ano. Algarve e Madeira mantêm-se como líderes incontestadados. Mas há surpresas. “ Alguns(hoteleiros) ficaram acima das expetativas que já eram elevadas”, afirmou Cristina Siza Vieira, porta-voz da AHP que dá o exemplos dos Açores. Aí registou-se uma ocupação de 90%, devido à entrada de companhias aéreas low-cost.

Económico

“Aposta das low cost em Portugal afecta rentabilidade da aviação”
Com o crescimento do volume de negócios, 2014 poderia ter sido um ano positivo para a aviação civil em Portugal, não fosse o aumento da concorrência internacional ter afectado de forma significativa o ‘yield’ (receita média por cliente) e arrastado a rentabilidade do transporte aéreo, que por representar mais de 60% da actividade levou atrás de si todo um sector. 2014 é assim o primeiro ano desde 2008 em que o sector registou rentabilidades negativas com uma queda do resultado líquido para os 35,8 milhões de euros, segundo contas do Anuário da Aviação Civil 2014, publicado agora no site da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC). A queda abrupta, face a lucros de 66,2 milhões de euros registados no ano anterior, não será alheia ao comportamento da TAP que nesse ano registou prejuízos de 85,1 milhões de euros, valor que representou um agravamento de 79,2 milhões face a 2013.
Público
“Medina diz que obra na 2ª Circular vai servir melhor os automobilistas”
O presidente da Câmara de Lisboa garante que a consulta pública em curso até à próxima sexta-feira “é para levar a sério” e que está “de mente aberta” para receber “contributos para melhorar o projeto”.
Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.