W2M chega a Portugal e Cabo Verde

W2M chega a Portugal e Cabo Verde

A W2M WORLD2MEET, empresa propriedade do grupo Iberostar, chega a Portugal e Cabo Verde com a abertura de seis escritórios que vão começar a operar a 22 de junho. A empresa terá a sua sede em Albufeira, com escritórios também em Lisboa, Funchal (Madeira) e Ponta Delgada (Açores), em Portugal, e nas Ilhas do Sal e da Boa Vista, em Cabo Verde. Para empreender este projeto de expansão, a W2M conta com o apoio de Duarte Correia, empresário turístico português, que será acionista da empresa e que assume, além disso, o cargo de Presidente do Conselho de Administração.

No mercado português, a W2M vai operar com as marcas W2M DMC, como agência recetiva e de incentivos, W2M PRO, no segmento de operação turística e plataforma de reservas para agentes de viagens e W2M API, uma central de reservas hoteleiras, que dispõe de um dos maiores catálogos globais, com cerca de 245.000 referências de alojamento, que combina a contratação direta com os produtos mais competitivos de terceiros.
Para garantir o êxito do lançamento da W2M em Portugal, a empresa conta com uma sólida estratégia assente no atendimento ao cliente e na satisfação das suas necessidades, além da procura de possíveis sinergias com os destinos onde a W2M já opera.
Para Pep Cañellas, CEO da W2M, “a entrada da W2M em Portugal representa um marco histórico para a empresa. Os nossos planos de expansão são ambiciosos e estamos seguros de que o mercado português vai tornar-se, em pouco tempo, num dos pilares da empresa a nível internacional. Para o garantir, em conjunto com Duarte Correia, um empresário de reconhecido prestígio em Portugal, fizemos uma aposta importantíssima neste mercado com a abertura de seis escritórios que vão começar a operar no próximo dia 22 de junho”.
O novo Acionista e Administrador (PCA) da W2M em Portugal e antigo acionista e CEO da TUI no país, Duarte Correia, mostrou a sua satisfação com a abertura da empresa no mercado português. “O negócio do turismo mudou de forma global. Eu e a minha equipa acompanhamos com atenção o desenvolvimento da W2M noutros destinos e quisemos implantá-lo em Portugal. Com o apoio da IBEROSTAR e da W2M, estou certo de que este projecto será um êxito”.