Turismo de Portugal alerta para a recuperação de destinos concorrentes

by Inês Gromicho | 8 Novembro 2017 11:35

De janeiro a agosto deste ano, o mercado britânico em  Portugal cresceu 13,6% em receitas turísticas, o que supera o crescimento de 12,9% registado no ano anterior. Ainda assim, António Padeiro, representante do Turismo de Portugal no Reino Unido, sublinha que este crescimento não tem tido a mesma dinâmica de anos anteriores.

Em declarações ao Ambitur.pt, durante mais uma edição da World Travel Market, o responsável refere este facto se deve ao fenómeno do Brexit e à desvalorização da libra esterlina, juntamente com “o regresso de outros mercados que estiveram deprimidos e que agora estão a recuperar”, sintetiza.

No entanto, ao nível do mercado britânico, Portugal tem sentido uma procura cada vez maior ao nível de “nichos de mercado” que até aqui não eram tão procurados. Neste sentido, António Padeiro destaca a captação de grandes eventos anuais de associações de agências de viagens e operadores turísticos do Reino Unido para Portugal, como é o caso da ABTA, AITO e, ainda, da Thomas Cook que realiza, esta semana, a sua reunião anual de retalhistas, que terá lugar no Algarve.

Por fim, o responsável considera que Portugal tem que redobrar esforços na segmentação da sua oferta. “Temos que ir à procura de novos segmento de mercado, sobretudo na época de inverno”, defende o representante do Turismo de Portugal, considerando que o turista inglês tem vindo a mudar o seu “perfil” de viagem, com maior enfoque nos City Breaks e nas viagens realizadas durante a época baixa.

Source URL: https://www.ambitur.pt/wtm-2018-turismo-de-portugal-alerta-para-a-recuperacao-de-destinos-concorrentes/