WTTC implora aos líderes do G20 para salvarem o setor do turismo

WTTC implora aos líderes do G20 para salvarem o setor do turismo

Categoria Advisor, Internacional

Os líderes mundiais do turismo foram chamados a executarem medidas cruciais para salvar o setor do turismo, antes de uma reunião especial do G20 organizada hoje pela Arábia Saudita.

O apelo foi feito pelo World Travel & Tourism Council (WTTC) para prevenir um colapso catastrófico em consequência da pandemia do coronavírus, que coloca 75 milhões de postos de trabalho em risco.

O WTTC implora assim, num comunicado divulgado hoje, aos líderes do G20 para atribuirem recursos e coordenarem esforços de modo a salvar as grandes empresas de turismo como as companhias aéreas, de cruzeiros, hotéis, GDS e tecnológicas, bem como as PMEs, tais como agentes de viagens, operadores turísticos, restaurantes, trabalhadores independentes e toda a cadeia de distribuição, para salvar os empregos das 330 milhões de pessoas que dependem do turismo.

De acordo com uma pesquisa de 2019 do WTTC, a nova estratégia de turismo da Arábia Saudita fez com que se tornasse o melhor player entre todos os países do G20. Um crescimento de 14% no turismo, contribuiu 9,5% incluindo impactos diretos, indiretos e induzidos na economia do país, sustentando 1,45 milhões de postos de trabalho (11,2% do total do país).

Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC, afirma: “A pandemia do coronavírus colocou o setor em risco de colapso, o que parece cada vez mais provável a não ser que um pacote de ajuda global seja acordado para reforçar o que se tornou o pilar da economia global. O Relatório do Impacto Económico do WTTC para 2019 revela que este setor vital foi responsável por gerar um em cada quatro de todos os novos postos de trabalho globalmente em 2019 e terá um papel crucial ao alimentar a recuperação global. É por isso extremamente importante que o G20 tome medidas urgentes para preservar os 75 milhões de postos de trabalho em risco imediato, o que representaria um prejuízo esmagador de até 2,1 triliões de dólares só em 2020”.

E acrescenta: “Uma ação determinada e decisiva por parte do G20 poderia reverter esta situação, salvar milhões da miséria e impulsionar um dos principais motores do futuro crescimento económico. EM nome de milhões de famílias e empresas, pequenas e grandes por todo o mundo, imploramos ao G20 que dê este passo vital. Também reconhecemos os esforços de todos os países do G20 em apoiar um setor que contribui para reduzir a pobreza, oferece oportunidades, especialmente para mulheres e jovens, e é um motor de crescimento”.