WTTC: pandemia da Covid-19 ameaça até 75 milhões de postos de trabalho no turismo

by Inês Gromicho | 25 Março 2020 11:43

Estão em risco até 75 milhões de postos de trabalho no setor do Turismo devido à pandemia do coronavírus, de acordo com os dados mais recentes do World Travel & Tourism Council (WTTC), divulgados hoje, dia 25 de março. O número revela uma perda punitiva para a economia mundial no que diz respeito ao PIB do turismo, prejuízo que poderá ascender a 2,1 triliões de dólares em 2020.

A última projeção de um aumento de 50% nos postos de trabalho ameaçados, feita há menos de duas semanas[1], representa uma tendência importante e preocupante, com um milhão de empregos a perderem-se todos os dias na indústria.

A análise da WTTC, que representa o setor privado do turismo, também expõe a gravidade da crise para as regiões. A Ásia-Pacífico deverá ser a mais penalizada com 49 milhões de postos de trabalho em risco na região, o que representa uma perda de quase 800 mil milhões de dólares para o PIB do turismo. Os números mais recentes também sugerem que na Europa, até 10 milhões de postos de trabalho estão ameaçados, totalizando um prejuízo de quase 552 mil milhões de dólares.

Na região das Américas também se espera um forte impacto da crise, com os EUA, Canadá e México a deverem perder até 570 mil milhões de dólares em conjunto, com quase sete milhões de postos de trabalho em risco no turismo. Outros países que deverá ser prejudicados por esta crise incluem o Brasil, Reino Unido, Itália, Alemanha, França, Japão, Indonésia e Índia.

Gloria Guevara, presidente e CEO da WTTC, afirma que “o número de empregos em risco no setor global do turismo é de 75 milhões, trazendo preocupações reais e profundas para milhões de famílias de todo o mundo. Este novo número arrepiante também representa o atraso coletivo de muitos governos de todo o mundo em reagirem suficientemente rápido para ajudarem um setor que é a espinha dorsal da economia global”.

A responsável acrescenta: “se não forem tomadas medidas nos próximos dias, o setor do turismo enfrenta o colapso económico do qual irá esforçar-se por recuperar e mergulhará milhões de pessoas dependentes do mesmo em dívidas. Não só isso terá um enorme impacto negativo sobre as grandes empresas do setor turístico a nível mundial, como também o “efeito dominó” resultará em perdas massivas de postos de trabalho em toda a cadeia de distribuição, atingindo funcionários e trabalhadores independentes”.

A Alemanha deverá ser o país mais afetado da Europa, com quase 1,6 milhões de postos de trabalho ameaçados, seguindo-se a Rússia com cerca de 1,1 milhões de potenciais perdas de empregos. Itália e o Reino Unido seguir-se-ão como os terceiros mais penalizados, devendo perder um milhão de postos de trabalho no setor do turismo.

Por outro lado, a região que sofreu menos com o surto da Covid-19 é o Médio Oriente. No entanto, ainda enfrenta perdas de postos de trabalho de 1,8 milhões e uma queda do PIB de até 65 mil milhões de dólares para a economia regional.

Endnotes:
  1. última projeção de um aumento de 50% nos postos de trabalho ameaçados, feita há menos de duas semanas: https://www.ambitur.pt/wttc-estao-a-perder-se-um-milhao-de-postos-de-trabalho-por-dia-devido-a-pandemia-da-covid-19/

Source URL: https://www.ambitur.pt/wttc-pandemia-da-covid-19-ameaca-ate-75-milhoes-de-postos-de-trabalho-no-turismo/