“Temos interesse na exploração de hotéis com localizações estratégicas”

“Temos interesse na exploração de hotéis com localizações estratégicas”

Categoria Business, Empresas

Depois de ter entrado em Portugal há cerca de um ano para assumir a exploração turística do Monte da Quinta Resort, quando o empreendimento localizado na Quinta do Lago foi adquirido por novos investidores, a Terra International sente que é agora altura de estudar algumas possibilidades de aumento do seu portfólio de unidades em Portugal. “Temos interesse na exploração de hotéis e resorts com localizações estratégicas, não só no Algarve como noutras zonas do país”, admitiu à Ambitur Ali Canip Oezkul, CEO do grupo.
Com 30 anos de experiência, a Terra apresenta-se como uma empresa dinâmica, orientada para os resultados, sem receio de pensar de modo diferente. Segundo o responsável, a empresa é dotada de “um profundo conhecimento sobre todos os aspectos do negócio, conseguindo assim soluções bem-sucedidas para maximizar o retorno dos proprietários e ir de encontro às suas expectativas de investimento”.
A primeira experiência em território português está a ser bastante positiva, reconhece Ali Canip Oezkul, tendo mesmo superado as metas traçadas inicialmente para a unidade. “Os desafios que a empresa enfrentou foram essencialmente ao nível da reclassificação do resort de 4 para 5 estrelas, bem como a decisão de não encerrar na época baixa, tentando captar negócio de alguns mercados emissores que viajam nessa altura do ano (de Novembro a Março)”, explica-nos o CEO da Terra.
O responsável acredita que Portugal “tem um enorme potencial turístico, talvez dos melhores que já encontrámos nestes mais de 25 anos de experiência” alertando apenas para que as entidades oficiais desenvolvam um trabalho de captação do interesse das grandes cadeias internacionais e que se continue a investir na formação dos jovens hoteleiros.

 
Cimeira em Novembro
A Terra International, em parceria com a École Hoteliere de Lausanne e com o apoio do Turismo do Algarve, organiza em Novembro, no Monte da Quinta Resort, a “Portugal Future Hoteliers Summit”, na qual irão participar alunos do ensino universitário das áreas de gestão hoteleira e turismo. O objectivo é criar uma plataforma onde a futura geração de hoteleiros portugueses possa trocar ideias com os líderes da indústria e alargar os seus horizontes. Durante a cimeira, três alunos participam num desafio relacionado com a área na qual se estão a formar. A equipa vencedora irá, pela primeira vez, representar Portugal no evento similar que se realiza em Lausanne, na Suíça, e no qual estão representadas as melhores escolas de hotelaria e turismo do mundo.

Inês Gromicho