Mano a Mano: Roma ou Nápoles, o verdadeiro duelo de pizzas

Mano a Mano: Roma ou Nápoles, o verdadeiro duelo de pizzas

Categoria Business, Restauração

O Mano a Mano consiste num verdadeiro duelo de pizzas, Roma versus Nápoles, um autêntico “confronto” entre sabores genuínos e muito italianos. Para quem não pode, por agora, viajar até Itália delicie-se com a sua cozinha a partir de Lisboa.

Abriu portas na Rua do Alecrim, 22, no dia 1 de setembro do ano passado, e mantém-se caloroso e fresco desde então. Reza a lenda, que a pizza nasceu em Nápoles e que, como tal, as melhores pizzas são suas. Mas Roma também reclama ter as melhores massas e ingredientes. Em que é que ficamos? É no Mano a Mano que o podemos descobrir: pode escolher qualquer uma das 30 pizzas da carta em ambas as versões.

Existem dois fornos Valoriani: um à moda de Roma, onde as pizzas são cozinhadas a menor temperatura, e outro à moda de Nápoles, mais quente. A massa que dali espreita é fina e crocante. Mas há diferenças por desvendar.

Além das pizzas, há muita cozinha italiana à mistura, com pratos mais tradicionais e outros contemporâneos. Para entrada e petisco, há burrata, carpaccio e bruschettas. No leque de pizzas encontra-se desde a eterna Margherita com molho de tomate italiano, à Siciliana, três variações da Diavola consoante o picante e ainda Calzones. O preço das pizzas varia entre os 8,5 e os 14,50 euros.

Há ainda massas de todos os tipos, assim como Risotto Falso que em vez de arroz leva… massa. E pratos de peixe e carne. Para sobremesa, panna cotta de caramelo salgado ou frutos vermelhos, tiramisù, gelado artesanal e cheescake de Nutella. A carta de vinhos também é uma surpresa: entre nacionais e italianos, o vinho não difere muito de preço e no bar pode optar por um cocktail de autor.

O espaço pertence ao Grupo SushiCafé que conta já com vários restaurantes na cidade, entre eles, o Izanagi, Soi, sian Lab, Sushi Café, Sushi Corner e o Este Oeste (no CCB).

Rita Inácio